Variedades 1 semana atrás | Redação

Preservando parte da memória da fotografia

Buscando novos caminhos, Abrafoto compartilha informações e agrega profissionais em torno de objetivos comuns.

por Revista FHOX

A Associação Brasileira de Fotógrafos – ABRAFOTO foi criada em 1985 por um grupo de fotógrafos que sentiu a necessidade de estabelecer princípios éticos e profissionais no mercado.

Desde então, trabalha em benefício não só de seus associados, mas de toda uma classe que tem as mesmas preocupações e os mesmos objetivos.

É uma entidade civil, sem fins lucrativos ou políticos, e destina-se única e exclusivamente a zelar pelos interesses coletivos, morais, culturais e materiais dos profissionais e empresas que se dediquem à produção de fotografia.

Um dos objetivos da ABRAFOTO é a aproximação entre os profissionais, com a intenção de
evitar os abusos e equívocos antes cometidos. É um trabalho de conscientização difícil e demorado,
devido às características de nosso mercado. Porém, um grupo coeso tem muito mais chances de resolver seus problemas comuns.

Se, no início, os princípios da ABRAFOTO causaram polêmica, hoje eles são aceitos e respeitados pela sua seriedade.

O ingresso na Associação é aberto a toda pessoa física ou jurídica, que satisfaça os requisitos previstos nos estatutos para cada categoria de filiação.

A associação agrega profissionais atuantes nas áreas de publicidade, editorial, fine-art, corporativa, retratos, casamentos, eventos, dentre outras especialidades que, em seu conjunto, representam um amplo espectro da produção fotográfica comercial e autoral em nível nacional.

O mercado fotográfico tem passado por sucessivas transformações decorrentes dos avanços da internet, de mudanças no processo de comunicação entre empresas e pessoas e, principalmente, pela chegada da tecnologia da imagem digital.

Ao mesmo tempo, a oferta de serviços e produtos fotográficos se expandiu intensamente, ampliando a base ativa de fotógrafos no Brasil e também aumentando o consumo de todo gênero de imagens fotográficas.

O negócio da fotografia, especialmente aquele realizado por fotógrafos, alia a sensibilidade artística à aptidão técnica do fazer e possui, em sua grande maioria, semelhanças expressivas no território brasileiro. Dentre elas, podemos destacar a prestação de serviços, o formato microempresa ou empreendedor individual.

Apesar deste “modus operandi” permanecer, uma relevante etapa deste conjunto de saberes tem se
transformado. A ABRAFOTO, decorrente do histórico profissional de seus associados e de sua atuação ininterrupta busca apontar novos caminhos, como também, preservar parte da memória da fotografia, compartilhando informações, experiências e agregando profissionais em torno de objetivos comuns.