Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Na Mongólia, fotógrafo registra cotidiano de tribos nômade

Conhecer costumes e culturas diferentes da nossa sempre é uma forma interessante de aprender e descobrir um pouco mais do mundo. O fotógrafo e pesquisador Hamid Sardar-Afkhami retratou parte da Mongólia, e escolheu a vida dos Dukha, pastores nômades que vivem no norte do país. Eles levam uma vida um tanto quanto selvagem, cercados com um rebanho de renas, o que resultou em fotos surpreendentes de um povo exótico sobre o qual pouco conhecemos.

[media-credit name=”Hamid Sardar-Afkhami” align=”aligncenter” width=”968″]hamid-sardar12[/media-credit]

A apuração de Sardar-Afkhami, que é Ph.D em Sânscrito e Estudos Tibetanos pela reputada Harvard University, mostra que os Dukhas têm diminuído consideravelmente ao longo dos anos. Atualmente são 44 famílias, em torno de 200 e 400 pessoas. São 600 renas, sendo que em 1970 eram estimadas em torno de 2000. Elas são domesticadas, fornecem leite, queijo e pele, e também são  utilizadas para a caça.

[media-credit name=”Hamid Sardar-Afkhami” align=”aligncenter” width=”968″]hamid-sardar6[/media-credit]

Além de clicar belos e impactantes retratos, o fotógrafo documenta este povo para preservar sua cultura. Parte disso está compilado no filme, produzido pelo próprio, “The Reindeer People” (algo como “As Pessoas-Renas”), que descreve, dentre outras coisas, conexões entre florestas e espíritos dos antepassados.