Variedades 2 anos atrás | Redação

Mulheres InVisíveis: banco de imagens busca representatividade

Toda a renda das fotos serão revertidas para a produção de mais imagens, com o intuito de deixar o banco ainda maior

por Revista FHOX

Muito discutida de uns tempos para cá, a representatividade, ou a falta dela, vem causando furor nas redes sociais. E com os bancos de imagem não é diferente. Este problema já virou oportunidade para diversas campanhas que cobram uma maior diversidade dos principais serviços do mercado.

mulheresRawpixel Ltd/iStock

Foi pensando nisso que nasceu o Mulheres InVisíveis, um banco de imagens feito com fotos de mulheres que a publicidade não é acostumada a mostrar. É a primeira coleção de banco de imagens com fotos que mostram a cara das brasileiras que a gente vê nas ruas. “Negras, gordas, idosas, lésbicas e trans retratadas de forma livre de estereótipos. Uma ferramenta para que essas mulheres deixem de ser invisíveis na publicidade e um convite à discussão do tema”, diz o texto no site do projeto.

No total, são mais de 100 imagens criadas pela 65|10 em parceria com o coletivo CatsuStreet e à venda nos bancos de imagens da Adobe: o Fotolia e o Adobe Stock.