Variedades 4 meses atrás | Thalita Monte Santo

Isabel Gouvêa é eleita presidente da RPCFB

Nova diretoria da associação RPCFB assume para gestão dos próximos três anos.

por Revista FHOX

A Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil (RPCFB – REDE) foi criada em 2010, com
a finalidade de estabelecer um canal de comunicação entre os diversos setores da fotografia
brasileira sobre iniciativas culturais.

Com o objetivo de aproximar artistas do poder público e fomentar o segmento, a Rede incentiva também produções de fotografia voltadas à cultura.

Em outubro ocorreu a nova eleição para a presidência da Rede. Na ocasião, Isabel Gouvêa
foi eleita para um mandato de três anos (2019 – 2021), sucedendo João Kulcsár.

A nova titular do cargo é Mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia e fotógrafa formada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Além de Isabel, também farão parte da diretoria executiva Milton Guram (vice-presidente), Miguel Takao Chikaoka (diretor de relações institucionais), Carmen Brígida Negrão (diretora administrativa/financeira), Glícia Gadelha(diretora de gestão), Paula Geórgia Fernandes (diretora secretária executiva) e Carlos Carvalho (diretor de relações internacionais).

Para as diretorias regionais assumem os postos Maria Lucila Horn (Sul), Camila Fialho (Norte),
Daniel Mira de Carvalho (Centro Oeste), Tiago Santana (Nordeste) e Eugênio Sávio (Sudeste).
Por fim, o conselho fiscal é composto por Latã Cannabrava, Maria do Carmo Junqueira
Dorella e Fausto Chermont.

A nova presidente ressalta a importância que a RPCFB teve na produção cultural da fotografia brasileira na última década. “O próprio movimento que a criou, em 2010, já exerceu uma imensa influência entre os profissionais, na medida em que para conquistar um espaço significativo nas políticas culturais do efervescente Ministério da Cultura da época, foi necessário um processo de reflexão e debate a respeito dos inúmeros campos do fazer fotográfico”, diz Isabel.