Variedades 1 ano atrás | Thalita Monte Santo

Gary Oldman vai viver o fotógrafo Eadweard Muybridge no cinema

O filme vem para mostrar como Muybridge alcançou a fama por registrar imagens de animais e humanos em movimento pela primeira vez

por Revista FHOX

Para quem curte fotografia e cinema, uma boa notícia: Gary Oldman vai dirigir e protagonizar um filme sobre o fotógrafo inglês Eadweard Muybridge (1830-1904). É de Oldman também o roteiro da obra, intitulada como “Flying Horse”.

Foto: Mike Blake – Reuters

Após vencer o Oscar de Melhor Ator por “O Destino de uma Nação”, ele decidiu encarar mais esse desafio.

O filme vem para mostrar como Muybridge alcançou a fama por registrar imagens de animais e humanos em movimento pela primeira vez, revolucionando a técnica da fotografia e antecipando-se a cinematografia.

A história de vida do fotógrafo já havia sido interpretada na ópera “The Photographer”, em 1982, pelo compositor Philip Glass. A banda irlandesa U2 também homenageou o fotógrafo e suas técnicas no clipe “Lemon”, em 1993.

O nome escolhido para o longa é uma referência à foto que provou que os cavalos levantavam os quatro cascos da terra durante uma corrida, um desafio que inspirou Muybridge a criar as fotos em movimento.

Eadweard Muybridge

Foi em 1870, que o fotógrafo britânico Eadweard Muybridge começou a esboçar o que hoje conhecemos como cinema stop motion, uma técnica que utiliza uma sequencia de fotografias diferentes de um mesmo objeto para simular deslocamento.

Muito inovadora para época, as fotografias de Muybridge revelaram o movimento dos corpos. O britânico enfileirava várias câmeras para conseguir captar diversos quadros da mesma cena e provar a sua teoria de imagem e movimento.

Em uma ocasião, ele colocou lado a lado vinte câmeras para fotografar um cavalo galopando. Essa sequência de fotos provou que, no momento da corrida, o animal ficava com as patas fora do chão.

As descobertas do fotógrafo possibilitaram diversos ganhos na própria fotografia, e, inclusive, no cinema.