Variedades 2 meses atrás | Flávio A. Priori

Novos artistas chegam à galeria Democrart

Entre os profissionais estão nomes do Brasil e do mundo, que passam a compor a marca com seu talento e personalidade

por Revista FHOX

A Democrart, galeria que nasceu com a inovadora proposta de “arte como lifestyle” para o mercado de arte brasileiro, em que se propõe estar presente na casa do maior número de pessoas por meio das fotografias e gravuras em edição limitada de seus artistas, anuncia a parceria com mais 11 artistas.

Todo o acervo impresso segue o padrão museu de qualidade, além disso, as obras são numeradas e assinadas a mão pelo artista idealizador da mesma, tornando-as únicas. A durabilidade das peças chega a mais de 100 anos, se conservadas corretamente.

Conheça um pouco sobre os novos artistas da Democrart.

Alex Amorim – Artista contemporâneo nascido na Bahia viu sua arte nascer nas ruas, onde define ser o melhor cenário para sua identidade como fotógrafo. Teve sua primeira fotografia premiada na cidade de Salvador-BA, pela prefeitura como uma das melhores fotos da cidade, participando de uma exposição coletiva no espaço Pierre Veger.

Alex segue buscando, a cada dia, desenvolver sua arte com muita entrega e amor pelo que faz mantendo sempre a sua identidade fotográfica.

Amanda Oliveira – Amanda iniciou sua jornada com a Fotografia em 2005 e tem como norte em seu trabalho a cultura e a religião afro-brasileira na Bahia. Profissional desde 2009, recebeu o prêmio de 1º lugar no VIII Salão de Fotografia da Marinha do Brasil, possui obras permanentes no Memorial Pierre Verger da Fotografia Baiana e participou de 25 exposições.

Algumas dessas exposições são: as internacionais “The Fifth Annual Exposure Photography Award”, no Museu do Louvre, Paris e “Scope International Conteporary Art Show” em Miami; “Olhares Afro Contemporâneos”, em São Paulo (BRA) e “IBEJI ERÓ”, em Salvador (BRA).

Andreia Tarelow – Fotógrafa paulista, Andreia tem verdadeira paixão fotografar cidades, paisagens e imagens autorais. Teve participação em algumas exposições em São Paulo, como a Edição do Paulista Cultural, com banner gigante exposto na Av. Paulista; “Cadeiras Assinadas” com abertura no MASP; “Brazil through the Lens” – em Moscou, no ano passado durante a Copa do Mundo e por último: Casa Cor SP, em 2019.

Anisio Magalhães – Primeiro jornalista diplomado da Mercedes-Benz no Brasil, Anisio Magalhães foi premiado duas vezes como melhor fotógrafo pela ABERJE – Associação Brasileira de Editores de Revistas e Jornais de Empresa. Fotografou o pantanal para livros de arte e calendários da Mercedes-Benz; o garimpo no Rio Madeira; os índios em Xingú; Luiz Gonzaga em Recife; Frank Sinatra no Rio Palace; Fernanda Montenegro com uma apresentação exclusiva no Teatro da Lagoa; Ayrton Senna em Interlagos, entre outros trabalhos.

Ashim D’ Silva – O artista cresceu na Índia viajando pelo país. Seu amor pela fotografia veio como uma maneira de ver o mundo ao seu redor quanto mais ele viajava. Já viveu em 5 países e visitou mais de 20. Faz fotografias capturando a diversidade de paisagens de todo planeta. Em 2018, ele fez parte da coleção “Os Melhores” por sua fotografia de Blyde River Canyon, na África do Sul.

Caio Cezar – Filho e neto de fotógrafos, o profissional atuou por 12 anos como repórter fotográfico nos jornais “A Notícia” e “Diário Catarinense” e fez trabalhos para clientes como a Editora Globo, a Revista Trip, UOL e Folha de São Paulo. Ganhador oito vezes da Maratona Fotográfica de Florianópolis, atualmente Caio desenvolve séries fotográficas nas áreas que mais despertam seu interesse: fotografia de rua, retratos e fotografia abstrata.

Em 2013 teve uma foto publicada no livro “A Day In The World”, publicado pela fundação Aday, da Suécia.

Edgar Kanaykõ – Mestre em Antropologia pela UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, Edgar Kanaykõ Xakriabá, pertence ao povo indígena Xakriabá, do Estado de Minas Gerais. O artista tem atuação livre na área de Etnofotografia: “um meio de registrar aspecto da cultura – a vida de um povo”. Nas lentes dele, a fotografia torna-se uma nova ferramenta de luta, possibilitando ao outro ver com outro olhar aquilo que um povo indígena é.

Evgeni Dinev – Fotógrafo búlgaro que registra as paisagens de sua terra natal. Começou a trabalhar com fotografia em 2007, dando vida à sua vontade de captar a vista magnífica da Bulgária de uma forma ele considera arrebatadora.

Em seus trabalhos, a natureza revela seus segredos nos momentos mais perfeitos, com muita paciência e esforço, ele mostra a capacidade de um artista transformar o comum em sublime.

Gustavo Goes – O baiano Gustavo Goes iniciou suas atividades fotográficas em amostras e exposições na Bahia. Diante da repercussão positiva e do incentivo dos amigos próximos, bem como de profissionais já consagrados na área, decidiu continuar se aperfeiçoando e aos poucos foi descobrindo o caminho para desenvolver o seu olhar fotográfico.

A qualidade do seu trabalho fez com que suas fotografias, impressas nos mais diferentes formatos e dimensões, passassem a fazer parte da vida de pessoas de várias partes do país.

Luciano Gottschall – Luciano Gottschall é um fotógrafo que dispõe de uma grande história de amor pela arte de fotografar. De olhar precioso e nativo, se empenha para solucionar os quebra-cabeças que cotidianamente surgem na irreverência baiana.

Apaixonado pela cultura de seu Estado, construiu um vasto trabalho sobre a Bahia. Gottschall registra seus povos, lugares, atos históricos e culturais com a marca forte das águas que banham a Bahia; expressão de toda magia e valor dos espaços que ela abraça.

Rodrigo Castro – Formado em Administração de Empresas, Rodrigo descobriu que seu verdadeiro amor era congelar o tempo com suas fotografias. Atualmente ensina todo seu conhecimento em fotos dando aulas, inclusive em faculdades.

arte

Participou de exposições, como no Shopping Salvador, na Galeria Andante e no Blue, além de ter sido selecionado duas vezes entre os dez melhores fotógrafos em salvador pela Prefeitura Municipal de Salvador.