Portfólio 1 ano atrás | Redação

Uma nova descoberta fotográfica direto da Rússia

Uma artista russa e crítica de teatro vivia uma vida secreta como fotógrafa. E agora seu trabalho foi revelado

por Revista FHOX

Masha Ivashintsova (1942-2000) era crítica de teatro e artista. Ela criou um incrível acervo com mais de 30 mil fotografias, sem nunca ter mostrado para ninguém suas fotos. Foi só depois da morte de Masha que a filha Asya Ivashintsova-Melkumyan descobriu a coleção de negativos quando limpava o sótão. Um acervo fantástico que mostram a rotina e o cotidiano de Leningrado (hoje São Petersburgo). Os cliques foram feitos entre 1960 e 1999. A artista tinha envolvimento com vários movimentos artísticos da cidade. Como poesia e também fotografia. O grande mistério é porque ele nunca mostrou suas fotos e textos para pessoas próximas. Uma das citações do diário dela talvez responda essa questão: nunca tive memória para mim, mas sempre para os outros”. A filha viu o grande potencial da mãe, um trabalho que segundo ela é genial. Não dá para não lembrar da obra da norte-americana Vivian Maier, a babá fotógrafa que também criou um incrível acervo que só apareceu depois de sua morte em Chicago. Agora, a família de Masha segue analisando todo o material. Provavelmente ainda ouviremos muito sobre essa fascinante artista russa. A família até criou uma conta no Instagram para mostrar algumas de suas criações (já passou de 10 mil seguidores). https://www.instagram.com/masha_ivashintsova/

>> Vivian Maier: a criatividade antes das selfies 

A fotógrafa em uma “selfie”
Outra selfie da artista russa

>> FOTOGRAFAR 2018: O GRANDE ENCONTRO DA FOTOGRAFIA BRASILEIRA 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.