Retrato 2 anos atrás | Colaboradores

“Projeto Quero Ser Missionário” homenageia pessoas que dedicam suas vidas ao voluntariado

A fotógrafa Elaine Oliveira fez retratos de crianças, filhos de missionários, para que no futuro elas se vejam repetindo o grande trabalho de seus pais. 

por Revista FHOX

Após finalizar as imagens do “Projeto Quero Ser Missionário”, o desejo de Elaine Oliveira em continuar trabalhando com fotografia só aumentou. Ela conta que foi um trabalho árduo, “com muito planejamento, de parcerias, de crianças correndo, vestidas de batman, pais ansiosos, joelhos no chão, pessoas ajudando, porque elas caem do céu como milagre!”.

Segundo a fotógrafa de família, ela tem muitas ideias, pois muitas coisas tocam seu coração, mas é preciso ter aquele alguém que se comova com isso. No caso dela, o empurrãozinho veio durante conversa com Leo Saldanha da FHOX na Escola de Negócios.

Após conversar com ele, o projeto fotográfico que estava desenvolvendo se agigantou em sua frente e ela se sentiu uma formiga diante dele. O resultado foram 300 imagens que mudaram a forma de pensar e de levar seu trabalho para as pessoas. Elaine Oliveira diz que “se sente fotógrafa por fazer aquilo pelo que tem paixão!”

Sobre o Projeto, por Elaine Oliveira

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem sede em Uthar (EUA). No Brasil a sede fica em São Paulo. Além disso, a Igreja está presente em todos os Estados da Federação e possui dois dos maiores projetos de ação voluntárias do Mundo: “A Obra Missionária” (ação constante da Igreja em que voluntários levam o evangelho e serviço voluntário ao mundo todo) e o “Mãos que Ajudam” (Projeto sazonal que acontece em forma de mutirão de serviço às comunidades carentes, também em todas as partes do mundo).

Quando há  furacões, terremotos, maremotos, enchentes, incêndios, desmoronamentos ou também situações de risco social, seja em qualquer parte do mundo, os primeiros a chegar para prestar ajuda são a Defesa Civil e Os Voluntários. Essas pessoas estão em toda parte e estão preparadas para servirem seu próximo por 24h por dia.

Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira

Os Missionários, como são chamados, passam de um ano e seis meses a dois anos de suas vidas pregando e, além disso, servindo pessoas. É um trabalho de se admirar, visto que vivemos hoje numa sociedade mergulhada em violência. Por isso, eu trouxe ao meu trabalho uma homenagem a essas pessoas.

Sim, o “Projeto Quero Ser Missionário” é uma homenagem e também um incentivo para que as pessoas continuem esse trabalho que leva caridade e solidariedade às pessoas. Então, fiz retratos de crianças, filhos desses missionários, vestidas como tal, misturando o passado (objetos e plaquetas de identificação dos pais missionários) e o presente (as crianças), para que no futuro elas se vejam repetindo esse grande trabalho.
Foto: Elaine Oliveira

Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira

Várias crianças cujos pais não haviam sido missionários também foram retratadas, pois sentem o desejo de ajudar e ser missionários um dia. Confesso que já esperava por isso, pois vejo nas crianças esse continuo desejo de ajudar umas as outras.

Imagens falam mais que palavras e acredito que, ao verem as imagens, essas crianças levarão consigo esse desejo para a vida adulta. Por várias vezes escutei dos pais: não sabemos medir o quanto isso é importante para nós, isso é nossa vida! Foto: Elaine Oliveira

Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira

Ao ouvir as famílias fotografadas percebi que havia acertado na escolha desse tema para o Projeto! O amor que tem retornado é incentivador, traz sentido à minha prática como fotógrafa. A fotografia é mais que um papel, é história, é emoção, é vida, é memória. Meu trabalho com a Família Oliveira Fotografia é guardar origens, raízes, memórias de família, tradições que são simples, mas que tocam o coração daqueles que as perpetuam.

Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira

Foto: Elaine Oliveira
Foto: Elaine Oliveira