Portfólio 2 anos atrás | Leo Saldanha

O poder da fotografia

Criança autista de 4 anos usa a fotografia para se comunicar com a família e socializar com os outros

por Revista FHOX
Foto: Daniella Pritchard

Max é uma criança australiana que obteve destaque nos últimos dias por conta de sua história. Ele foi diagnosticado com autismo faz um ano. A mãe, Danielle Pritchard notou que o filho tinha problemas para se expressar e outras questões de dificuldade de socialização aos 3 anos. Danielle é professora e já tinha experiência com crianças autistas devido ao próprio trabalho. Ele sabia que rotina e acompanhamento poderiam ajudar e foi na fotografia onde ela encontrou uma poderosa ferramenta de comunicação. O menino se interessou rapidamente pela fotografia. A mãe deixou uma câmera nas mãos de Max e aos poucos ele foi se acostumando com o equipamento e a mostrar sua visão do mundo. A transformação com a fotografia foi rápida, ele passou a se comunicar melhor com os outros e a própria família. “Quando está com a câmera ele fica mais confiante” disse a mãe para diversos meios de comunicação australianos. Ela comentou ainda que a câmera fez com que ele abordasse as pessoas para perguntar se poderia retrata-las e isso acabou levando a mais interação e conversas com os retratados.

 

A mãe criou também uma conta no Instagram para mostrar as criações do filho. Hoje com 700 seguidores e crescendo pouco a pouco (antes das matérias na internet ele tinha 60 seguidores). Danielle contou que o filho não aceita sugestões de cliques e que quer fotografar só o que realmente o interessa. Ela diz que o filho melhora gradualmente na qualidade fotográfica e no trato social. Max participa de um programa de desenvolvimento infantil especial em uma escola de Brisbane. Segundo a mãe, o quanto antes o diagnóstico ocorrer, melhor para a criança. E que esse foi o caso dele. Ela relatou ainda que existe o desafio em diagnosticar, já que no caso do filho primeiro os médicos identificaram que ele sofria de depressão. Só depois descobriram se tratar de autismo. No caso de Max, a fotografia se tornou uma ferramenta importante. Pois a câmera serve também como se fosse um navegador que ajuda a criança a descobrir as coisas e a entender o mundo ao redor.

>> Os vingadores contra o bullying 

Making friends… from afar… without speaking. #youngphotographer #autism #photography

A post shared by Maxwell (@maxieeephotography) on

Hi 🙂 #youngphotographer #autism #photography

A post shared by Maxwell (@maxieeephotography) on

What were could see from where we sat at the #anzacdayparade #photography #autism

A post shared by Maxwell (@maxieeephotography) on

 

>> CAMERACLUB: UMA COMUNIDADE DE BENEFÍCIOS E DESCONTOS COM MAIS DE 2 MIL VANTAGENS E 3500 MIL MEMBROS 
Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.