Portfólio 8 meses atrás | Thalita Monte Santo

Conheça a composição de cores de pele e movimento de Camila Falquez

Mesclado os tons de pele das modelos, a fotógrafa compõe uma resinificação poética do corpo feminino.

por Revista FHOX

Sincronizando movimentos, formatos e cores de pele, a fotógrafa espanhola Camila Falquez criou a série “Humanidad aqui arriba” (Humanidade aqui acima), onde retrata corpos femininos em belas imagens de harmonia, unidade e ritmo.

Foto: Camila Falquez

Mesclado os tons de pele das modelos, a fotógrafa compõe uma resinificação poética do corpo feminino. Além disso, a conexão do movimento do corpo, segundo ela, deriva subconscientemente de uma experiência pessoal: aulas de dança na infância. Época que dificilmente era permita a expressão individual, por conta de diversas regras e técnicas que lhe eram impostas.

A conexão do corpo com os movimentos cria uma certa emoção, através do minúsculo segundo de tempo em que eles colidem delicadamente na imagem, segundo Camila.

A fotografia, como forma de arte, surgiu espontaneamente em sua vida. Autodidata, a fotógrafa começou a carreira profissional como assistente do fotógrafo de street style Scott Schuman e nos últimos anos conquistou uma impressionante lista de clientes da indústria da moda.

Atualmente, vivendo intermitentemente entre Barcelona e Nova York, ela conta que sempre está ansiosa para descobrir lugares desconhecidos, pessoas e culturas diferentes, que quase sempre são registrados por ela.

“Eu não estou retratando como as pessoas se movem culturalmente. O que eu estou fazendo é mover esses corpos e mostrar através dos meus olhos como eu vejo o movimento em seus corpos ”, conta.

A fotógrafa mantém ainda um blog na rede social tumblr, onde compartilha outros de seus projetos de retratos. Neles, fica visivelmente forte o cuidado que a espanhola tem ao fazer imagens de pessoas, povos e culturas, além do muito no que diz respeito a etnia.

Conheça mais sobre “Humanidad aqui arriba”, nas belas imagens abaixo e acompanhe Camila Falquez em suas redes sociais: Facebook | Instagram.

 

 

Você já conhecia o trabalho da fotógrafa? O que achou das imagens e da ideia de projeto? Nós queremos saber!