Autoral 3 anos atrás | Redação

Helen Salomão registra a beleza e a magia do sagrado africano na Bahia

Mesmo sendo um país laico, até hoje as culturas religiosas africanas são motivos de ataques, preconceitos e injustiças no Brasil

por Revista FHOX

Com o objetivo de despertar curiosidade e desmontar preconceitos, a fotógrafa baiana Helen Salomão da Silva registrou as belezas, a magia e a harmonia do sagrado africano.

Helen é natural de Salvador, a cidade mais negra do mundo (perdendo apenas para África) onde a cultura negra e a religiosidade africana se estabelece como pilares da própria cidade e sua população.

Africa-11Helen Salomão

A magnitude das religiões africanas no Brasil procede não só dos hábitos desses africanos arrancados de sua terra e sequestrados para trabalhar por aqui, mas também da própria resistência negra, e da luta para que pudessem adorar seus deuses.

As fotografias de Helen procuram eternizar os momentos fotografados, um registro de resistência da população negra e toda sua cultura. Em seu portfólio ela afirma sua fotografia como um espaço de luta.

Africa-1Helen Salomão

“Minhas fotografias falam da minha realidade, do meu cotidiano, dos espaços que percorro, falo das minhas ideologias fotográficas como forma de arte, registro de uma cultura e denúncia, levo a estética como forma de empoderamento”, afirma Helen.

Confira o ensaio sobre a religião de matriz africana no Brasil, por Helen Salomão da Silva:

Com informações do Hypeness