Portfólio 1 mês atrás | Redação

10 fatos sobre o lendário fotógrafo Ansel Adams

Matéria recente do site My Modern Met abordou curiosidades sobre o famoso fotógrafo de paisagem

por Revista FHOX
Ansel Adams
Fotos: Ansel Adams

O site de inspiração, design e criatividade My Modern Met fez uma matéria recente sobre o famoso fotógrafo Ansel Adams. O lendário fotógrafo norte-americano retratava paisagens e se tornou um ícone mundial da fotografia por conta disso. O que o artigo mostra são outras facetas desse importante nome que talvez muita gente não saiba.

1 – O amor pela natureza começou na infância – Adams nasceu em San Francisco (Califórnia) em 1902. Ele cresceu na bela região (uma das cidades mais belas do mundo) em um tempo que nem a ponte Golden Gate sequer existia. Ele costumava caminhar muito nas trilhas para explorar as belezas daquela cidade.

Ansel Adams

2 – Ele se machucou durante o grande terremoto de 1906. Ele tinha quatro anos e caiu no chão quebrando o nariz. O estrago foi tão grande que ele ficou com o nariz ruim por toda a vida.

3 – Ele quase foi pianista. Aos 12 anos ele tocava no piano de forma autodidata. Aos 18 estava no caminho para se tornar um pianista de concertos. Tudo mudou ao visitar o parque nacional de Yosemite em 1916. Nos anos 1920 ele visitava com frequência a região e isso fez nascer o interesse pela fotografia. A luz e as belezas naturais do parque levaram ele a querer clicar tudo por lá. Suas primeiras fotos do local foram feitas com uma Brownie da Kodak. Foi então que começou a colaborar com uma publicação do Sierra Club até sua primeira exposição em 1928. Em 1930 Adams mergulhou de vez na carreira de fotógrafo.

Ansel Adams

4 – A foto que o levou a fama foi Monolith, the Face of Half Dome. Um clique que ocorreu na série Parmelian Print of the High Sierras. Esse projeto de fotos tinha a Monolith entre as fotografias e a série toda levou a inúmeros trabalhos comerciais para Adams. Foi em abril de 1927 que ele escalou para obter o premiado clique que o tornou famoso.

Ansel Adams

5 – Ele era um mestre genial da técnica – Adams dominava a parte técnica como ninguém. Ele escreveu 10 manuais sobre fotografia e virou consultor para Polaroid e Hasselblad em questões técnicas. Seu conhecimento técnico ajudou a fotografia a evoluir e se tornar ainda mais popular e inovadora.

6 – Ele nem sempre fotografou paisagens. Adams era conhecido por fotografar paisagens e natureza. Mas ele também clicou para reportagens fotográficas. Uma delas da Segunda Guerra Mundial. Um legado fotográfico de 200 fotos de uma prisão de japoneses que viviam nos Estados Unidos. Esse trabalho foi doado para a biblioteca do congresso norte-americano em 1965.

Ansel Adams

7 – Uma das fotos criadas por ele foi enviada para o espaço. Carl Sagan e a Nasa escolheram a fotografia The Tetons and the Snake River para ser enviada em 1977 nos satélites Voyager I e Voyager II. A escolha ocorreu porque todos acreditavam que a foto de Adams representava a melhor forma de mostrar a natureza para alienígenas.

8 – Ele foi agraciado pela medalha da liberdade. Em 1980, o presidente Jimmy Carter premiou o fotógrafo com a medalha que é a maior honraria para um civil. Na época o presidente Carter considerou o trabalho de Adams como crucial para esforços em defesa da natureza e conscientização ecológica. O fotógrafo foi chamado pelo presidente na ocasião de uma instituição nacional.

Ansel Adams

9 – Adams era amigo da famosa pintora Georgia O´Keefe. Eles se conheceram em 1929 e mantiveram a amizade. Na época ela já era reconhecida e Adams ainda estava começando. Eles se conectaram no interesse e inspiração na arte com base na natureza. Em 2009, o museu Georgia O´Keefe em Santa Fé lançou a exposição Afinidades Naturais que mostravam o trabalho dos dois lado a lado.

10 – Ele não imprimiu toda sua obra. Adams deixou um legado de mais de 40 mil fotos em negativos que nunca foram revelados. Curadores descobriram milhares desses negativos em caixas de sapatos e não só em fotos preto e branco mas também coloridas e ainda retratos.

Adams é famoso pela frase:

Não fazemos uma foto apenas com uma câmera;
ao ato de fotografar trazemos todos os livros que lemos,
os filmes que vimos, a música que ouvimos,
as pessoas que amamos.

O fato é que era um curioso que lia muitos livros não só de fotografia e estudava muito sobre diversos assuntos. A paixão dele pelo conhecimento, técnica, fotografia e pela natureza é um legado que não pode ser esquecido.

Ansel Adams