Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Uma pequena amostra do perfil do marketing atual dos fotógrafos brasileiros

Uma checagem recente feita pela Escola de Negócios da Fotografia identificou os desafios mais comuns quanto ao marketing dos profissionais

Como você está de marketing? Essa pergunta é importante em tempos de crise sanitária e econômica. Avaliar isso e fazer algo a respeito é importante até para mudar o curso das coisas. Pois bem, fiz uma pesquisa com uma amostra pequena de fotógrafos e receio que ela até atraiu um perfil acima da média quando o assunto é “atrair e manter clientes”. Digo isso porque na questão do produto, por exemplo, as respostas mostraram que o “estou bem nesse aspecto” me parece fora do padrão do que vemos por aí no mercado fotográfico. 

Veja os resultados:

Quanto ao marketing na fotografia estou…

Um olhar sobre esses resultados. Primeiro, o que é médio é muito amplo. O fato da maior parte dos fotógrafos dizendo que estão medianos pode levar a algumas leituras. Será que estão com uma visão otimista dessa parte? Será que a leitura que fazem do marketing dos seus negócios está correta? De qualquer forma bate com a minha visão de que na fotografia tudo está muito “mais do mesmo”. Inclusive essa parte de marketing.

Produto é parte do composto do marketing. Quanto ao produto na fotografia estou…

Aqui bate muito com a realidade do mercado. Como a amostra não é representativa, tenho a impressão que o número é maior do que 50% entre fotógrafos. A ideia de que “a minha foto é o bastante” e que tudo é digital e que as pessoas não querem mais nada impresso talvez sigam ajudando nesse sentido.

Presença e sua consistência é parte importante do marketing. Quanto a minha presença estou…

A divisão é desequilibrada. Metade dizendo que está bem com ações na internet para divulgar e se relacionar. A outra parte indicando claramente o desafio frequente dos fotógrafos: como aparecer? ou pior, nem fazer nada.

A divulgação é a conversa para promover meu negócio. Quanto a divulgação estou…

Aqui a parte da divulgação em si que de certa forma está conectada com a última pergunta… bem dividida entre aqueles que fazem promoções de preço e outros. Bateu com o que vejo, de fotógrafos que buscam pouco a via do contato “um a um” mesmo nas redes sociais. A boa notícia é que todos divulgam…

Preço é marketing. Quanto ao preço estou…

Bom ver que metade faz o preço com base concreta nos custos e em quanto vai lucrar. Ainda assim acredito que o resultado do achismo e “fazer preço no que acho justo” representa a média do mercado. Algo que fica claro até nessa pesquisa.

Meu posicionamento é como sou percebido no mercado. Quanto a isso estou…

Mais de 66% não sabem o que as pessoas pensam do negócio delas ou nem entendem o que é posicionamento do mercado. E isso é preocupante pois é um pilar do marketing básico. Para definir ou realinhar meu marketing é fundamental determinar o posicionamento de mercado e ajustar de tempos em tempos. Isso é feito com pesquisa, conversas e ações que vão impactar no composto do marketing (preço, produto, presença e divulgação). Ou seja…comprova o que vejo no mercado. De que os fotógrafos fazem marketing sem base criteriosa do posicionamento. Seria o mesmo que fotografar sem entender conceitos clássicos de composição, exposição, etc.

Meu público. Quem eu atendo…

A boa notícia é que sabem quem atendem. O perfil do atender o que vier em tempos de crise é natural. Saber quem atende é importante, mas o próximo passo é descobrir quem eu gostaria de atender mais e como fazer com que ele retorne sempre. E sobretudo onde estão os iguais a esse que eu quero atender.

Objetivo e causa. Sei quem eu sou nesse negócio…

Nas atividades que promovo noto que esse número dos que não sabem o motivo do negócio (além de faturar) é bem mais alto. Por que isso é importante? porque para criar um marketing autêntico eu deveria saber quem sou nessa história não? Isso impacta em tudo, do produto ao público. E especialmente na forma de me posicionar, divulgar.

Uma das respostas abertas que recebi merece destaque:

Eu não tenho agenda cheia, atendo menos clientes que desejo. A pandemia atrapalhou meu crescimento! Estou estagnado, mesmo tendo um serviço atual no mercado.

Por isso é que o marketing está sempre junto de qualquer negócio e não seria diferente na fotografia. Isso vale para fotógrafos, lojas, indústria e afins. Se queremos viver de fotografia…logo temos que encarar o marketing como parte da rotina. Ela não é fixa, o jogo muda de tempos em tempos e os desafios com a pandemia tornaram essa dinâmica ainda mais desafiadora. O que é relevante é saber o seguinte: fazer marketing você faz mesmo que não queira. E da mesma forma que você evolui sua fotografia vale o mesmo para esse tema. Então pratique, aprenda, ajuste e evolua seu marketing para o bem do seu negócio de fotografia.

Dias 26 e 27 de maio farei uma nova turma ao vivo do Foto+Produto. Chance para você melhorar seu marketing com foco em produto. Saiba mais aqui: FOTO+PRODUTO AO VIVO.

Caso queira aprender o básico tanto sobre produto quanto marketing…então recomendo o combo: Aulão de Marketing Básico + Produto.

Se o problema é preço então o mais indicado é o curso+app ImagePrice