Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


Sony é impactada pela crise de semicondutores para a produção de mirrorless

A falta de sensores é global e também afeta a fabricante de câmeras

As marcas globais de eletrônicos sofrem com a crise de semicondutores. A Sony também sente isso na produção das mirrorless. Algo que inclusive já afetou o lançamento da câmera ZV-E10 com diversos relançamentos e atrasos. Outro modelo que sofreu atrasos foi a a7s III que também teve anúncio de atrasos na produção. O fato é que faltam sensores para diversas indústrias (de eletrônicos até fabricantes de carros). No comunicado oficial a Sony do Japão disse: “devido a motivos de produção, deve levar algum tempo para entregar a a7S III. Estamos nos esforçando para atender as demandas dos clientes, por favor espere um pouco. Nós nos desculpamos por qualquer inconveniente causado”. Em grandes varejistas online de fora como B&H, Amazon e Adorama certos modelos da marca estão com poucas unidades ou sem estoque. A especulação agora é de que o lançamento da Sony a7 IV deve ficar para depois. Que estaria prevista para setembro, mas talvez com esse cenário de incerteza tenha uma nova data de lançamento para meses posteriores. Mais um desafio para um mercado que tenta se recuperar.

A esperança da indústria que produz sensores (entre elas a Sony) é de que o quadro volte a normalidade até o meio do ano que vem. Tudo vai depender da variante Delta e seus novos impactos nas cadeias de produção asiáticas. Em tempo: a região do sudeste asiático sofre nesse momento de pandemia descontrolada por conta da variente Delta.