News 1 ano atrás | Redação

Rafael Petrocco será o mestre de cerimônias do Congresso Fotografar 2018

por Revista FHOX

O Congresso Fotografar 2018, maior e mais completo evento de fotografia da América Latina, que acontece de 03 a 05 de abril, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, está logo aí!

Com ele, uma grande leva de atividades e atualizações sobre a fotografia de casamento, família e newborn. Workshops, palestras, convidados de quatro países e diferentes regiões brasileiras, fazem parte da programação do evento, que acontece desde 2007. Para a edição desse ano, uma novidade: um mestre de cerimônias convidado.

Foto: Denison Fagundes

Quem vai conduzir as conversas e apresentar os palestrantes é Rafael Petrocco, do Papo de Fotógrafo. Ele, que recentemente foi para Brasília apresentar a Newborn Solution, está se preparando para o Congresso Fotografar 2018, cheio de boas expectativas.

Para ele, lidar com o público, saber fazer os intervalos entre um palestrante e outro, de uma forma com que o público sinta-se mais à vontade, será um desafio. Porém, é algo que ele gosta muito de fazer.

Foto: Evandro Veiga

“Eu preciso me conectar com as pessoas que estão assistindo. Acho que essa é a tarefa mais difícil de um mestre de cerimônias e seja, talvez, a minha maior preocupação”, afirma o fotógrafo de Campinas, trazendo experiências em sua bagagem que o ajudam a entender a responsabilidade que é subir ao palco.

Uma das expectativas de Petrocco é que o público vá de coração aberto e cheio de vontade, para absorver tudo o que a fotografar pode proporcionar. Ele também brinca, dizendo esperar que os participantes se divirtam com suas piadas, pois está pensando em deixar o ambiente mais descontraído e os convidados mais confortáveis.

“Pretendo fazer piadinhas melhores no palco enquanto eu estiver lá em cima”.

Sobre a presença dos palestrantes internacionais, como Alain Laboile, Michael Stief e Lola Melani, o fotógrafo acredita que seja um dos grandes diferenciais do evento, pois eles irão trazer tendências e visões de mercado totalmente diferentes das que estamos acostumados a ver no país.

“É importante ouvirmos os palestrantes internacionais, porque eles vêm com outra visão do mercado e de mercado. E eu acho importante também essa mescla com o pessoal do Brasil, principalmente com quem produz algo diferente”, explica.

Quebrar estereótipos de segmentos fotográficos e se aventurar a ouvir dicas e técnicas de outros estilos são alguns dos conselhos de Petrocco, e que podem fazer a diferença na hora do fotógrafo trabalhar.

“Acho que, mesmo que eu não faça newborn ou não faça tanto família, é importante ouvir o que essa galera tem para mostrar. Porque às vezes um detalhezinho, uma informação que eles passam durante a palestra pode fazer a diferença no seu trabalho na fotografia de casamento”, completa.

Foto: Jozzu

Além de fazer conexões e ampliar conhecimentos, Petrocco também reforça a importância da propagação de tudo o que for visto no evento. Ele acredita que a fotografia vai além de apenas negócios e técnicas, pois ela tem muito mais a ver com as pessoas que serão atingidas por ela de alguma forma.

Sobre sua participar efetiva esse ano, ele brinca dizendo que sua ficha só irá cair quando o Congresso Fotografar 2018 começar.

“Na hora em que eu subir ao palco, vou saber que vai ser a primeira vez que alguém que não é da FHOX, que é de fora, um estrangeiro vai subira para conduzir um congresso tão grande, como é o fotografar”, finaliza, agradecendo ao convite.

Ainda dá tempo de participar do Congresso Fotografar 2018: www.feirafotografar.com.br.