News 1 ano atrás | Thalita Monte Santo

Rachel Morrison, a primeira mulher indicada ao Oscar de melhor fotografia

por Revista FHOX

Quebrando paradigmas e escrevendo outras páginas da história do cinema, a americana Rachel Morrison é a primeira mulher a disputar o Oscar de melhor direção de fotografia, desde a sua primeira cerimônia em 1928. É dela também a direção de fotografia do filme Pantera Negra. Foto: Steve Dietl – Netflix

A indicação veio pelo filme “Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi”, da diretora e roteirista Dee Rees. A trama se passa nos anos 1940 e narra a história de duas famílias separadas por barreiras sociais e raciais no sul dos Estados Unidos. É, também, a primeira nomeação da Netflix em uma categoria técnica no Oscar.

Foto: Netflix
Foto: Netflix
Foto: Sundance

No filme, a direção de imagens feita por Morrison é tão bem aprimorada que, por questões financeiras, “Mudbound” teve de ser filmado com câmeras digitais, mas ela conseguiu atingir – fosse nas gravações ou na pós-produção – um resultado idêntico a de uma produção analógica.

Foto: Steve Dietl – Netflix

Ao longo dos seus 39 anos, a diretora tem mais de 40 trabalhos no currículo, incluindo programas de televisão e 14 longas-metragens.

Em uma entrevista ao canal ARRI, Morrison contou que sempre se sentiu confortável por trás da lente. Com o tempo, começou a se interessar por imagens em movimento e foi estudar fotografia e cinema na Universidade de Nova York.

“Direção de fotografia é o melhor trabalho para se ter no set. Todos nós sabemos disso. É a habilidade de contar uma história pela imagem, a luz e a câmera. É a longevidade de capturar um momento e congelar o tempo, [criando] algo que, em tese, terá uma vida muito maior do que as nossas”, afirmou ao ARRI.

A indicação de Morrison surge em um momento muito forte de reivindicações e cobranças por mais reconhecimento do trabalho feminino, mostrando que o atual cenário precisa de mudanças.
Segundo um estudo ligado à Universidade Estadual de San Diego, feito pelo centro de estudos de mulheres na televisão e no cinema, entres os diretores de fotografia que trabalharam nos 250 filmes de maior bilheteria nos EUA no ano passado (2017), somente 4% eram mulheres.

Pantera Negra

Foto: Divulgação

Elogiada por muitos críticos de cinema, a direção de fotografia de Morrison em Pantera Negra, que está em cartaz e traz o primeiro super-herói negro, de origem africana, a protagonizar um filme, é uma parceria com o diretor Ryan Coogler.

Morrison, que não possuía conhecimentos sobre quadrinhos e heróis, aceitou o desafio e estudou produções da Marvel para entender mais sobre o universo.

Foto: Divulgação

A diretora trouxe sua bagagem de fotografia de documentário, cheia de frames texturizados e profundidade de campo, para o cinema de ficção. O resultado são imagens belíssimas de Wakanda na telona, somadas a uma sincronização de cor e luz que estão recebendo ótimas críticas.