Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Projeto Aceite-se – “beleza não tem padrão, bonito é ser de verdade”

Mãe da Ana Luísa e da Eduarda, esposa do Ederson, publicitária, fotógrafa, paulistana, 36 anos,  sobrevivente de um câncer de mama! Prazer, Juliana Lima

Encantada pela arte, começo a fotografar por hobby. A cada clique, a paixão aumenta. Em 2014, já atuando na área da publicidade, inicio meus passos na fotografia profissional, mas é quando  fico grávida da Duda, que tudo muda!!! 

Durante minha segunda gestação, intuitivamente, desenvolvo o meu olhar para o crescimento  dos bebês, para a delicadeza dos detalhes anatômicos, para a beleza das expressões que faziam,  enfim. Surge, nesse período, a fotógrafa de família Juliana Lima. 

À medida que a Duda crescia, crescia também a vontade de aprender mais e mais sobre a  primeira infância, fotografando todos os momentos das minhas meninas, cada vez mais certa e  convicta do caminho de vida e de profissão que eu viria a ter. 

Em 2018, de maneira repentina e forçosa, interrompi minhas atividades para cuidar de mim.  Aos 34 anos, com o diagnóstico de um Câncer de Mama Luminal tipo B (um tipo de câncer  hormonal), me deparo com um paradoxo: a doença, que escancara a morte; e a luta, que é a  mais pura expressão da vida. Precisava encará-lo de frente, com todas as forças, com todo o  fôlego. Nesse processo, minha família foi meu alicerce, meu porto seguro. 

Ao longo dessa trajetória, houveram alguns espinhos: a fase quimioterápica foi, com certeza, a  mais temidamente esperada.  

Foi um período muito difícil, doloroso até. Me senti sim, por diversas vezes, diferente de todo mundo. A primeira visão de si no espelho sem os cabelos é, sem dúvidas, esmagadora. O medo  do julgamento alheio é sim, desesperador. Paradoxalmente, a força que vem da luta já  mencionada, a coragem necessária para seguir, emana poder, e esse poder, emana vida, e vida é beleza! Desse jeito, eu estava linda, novamente. 

Hoje, olhando de longe, depois da tempestade, tenho vontade de GRITAR PARA TODO MUNDO  OUVIR o quanto somos fortes, vencedoras, e capazes de enfrentarmos qualquer desafio, seja  ele qual for. 

E é daí, desse grito preso na garganta, que nasce o “ACEITE-SE”, projeto criado visando  evidenciar às pacientes oncológicas, por meio da arte da fotografia, a beleza e o poder de cada  uma. Mostrar que, ao contrário do que o senso comum rechaça, beleza tem sim padrão: a  autenticidade. Bonito é ser de verdade!!! 

Ficar careca na fase quimioterápica é um dos momentos mais dolorosos de uma mulher,  contudo, é uma fase passageira. Para que enfrentemos então o mundo de peito aberto, e careca  ao vento, precisamos estar bem com o nosso mundinho interior. 

No dia 01 de setembro, proporcionei o primeiro ensaio fotográfico do projeto para as quatro  primeiras pacientes oncológicas voluntárias, e para que esse momento pudesse ser realizado, contei com a participação de grandes parceiros, o beauty artist Fábio Fernandes, os acessórios da JK Acessórios Finos, o Seu SPA, proporcionando bem estar e um momento relaxante às pacientes e as artistas de mehandi do Clã das Mehandeiras, que abrilhantaram ainda mais com a arte das coroas de hennas. 

Com intuito de compartilhar desse projeto para o maior número de pessoas possíveis, sugiro uma exposição fotográfica, onde compartilho com todos vocês a importância de nos orgulharmos do que somos, e de como estamos! Afinal de contas, não há nada mais bonito do que a coragem de viver. 

ACEITE-SE!  https://www.fotografajulianalima.com.br/