Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Câmeras de alta performance captam digitais por simples fotografias

O professor japonês Isao Echizen foi capaz de reproduzir, recentemente, uma impressão digital com quase 100 por cento de precisão a partir de uma imagem simples que foi tirada nas ruas com uma câmera de alta resolução, Canon DSLR. Echizen teve sua foto tirada com uma lente de 135 mm a aproximadamente 3 metros de distância.

selfie-peace-and-love

O experimento só funcionou porque o quadro estava perfeitamente focado, e porque Echizen segurou seus dedos em uma luz brilhante. O professor também disse à Reuters que levaria pelo menos mais dois anos para a tecnologia impedir o roubo de impressões digitais,com os chamados “bloqueadores biométricos”.

“Se uma impressão digital é roubada [e copiada], pode-se usá-la para assumir a identidade de outra pessoa, como acessar um smartphone ou quebrar e entrar em uma área restrita.”