Conheça o Mercado FHOX! O marketplace especializado no mercado de fotografia e imagem!


Pós-maternidade: o resgate do amor próprio através das lentes fotográficas

Cred. iStock

É importante para a saúde mental e para a autoestima de uma mulher que acabou de tornar-se mãe que ela nunca se esqueça de quem é e de seu potencial

Gerar uma vida, dar à luz, amamentar, amar, descobrir um mundo novo. A maternidade é um momento lindo e único na vida de muitas mulheres. São muitos momentos especiais e que demandam muita dedicação, e é normal que, nesse trajeto, muitas mães acabem por esquecer-se de si mesmas. Todavia, é importante para a saúde mental e para a autoestima que a mulher nunca se esqueça de quem é e de seu potencial.

Apesar de ser um momento feliz, as mudanças físicas e emocionais causadas pela gestação também podem ocasionar momentos de tristeza e baixa autoestima após o parto. A mãe passa a ter muitos medos e inseguranças, como, por exemplo, de não dar conta de cuidar do seu bebê, de não conseguir voltar ao mercado de trabalho, de não voltar a ter o corpo de antes, e, devido a todo esse jorro de emoções complicadas, muitas mulheres param de cuidar de si mesmas. Nesses momentos, é importante ter uma rede de apoio e pessoas ao redor que relembrem essa mãe que, antes de tudo, ela é uma mulher que também precisa de cuidados, carinho e atenção.

Assim, algumas atitudes podem ajudar a valorizar a mulher e a mãe que estão aprendendo a conviver uma com a outra nesse período de puerpério. Dividir as tarefas de cuidado do bebê com o pai da criança ou com uma rede de apoio é essencial para que a mãe possa ter momentos de descanso e tenha algum tempo para si mesma que não seja relacionado ao maternar ou ao cuidado com a casa, como ler, escrever, assistir a uma série ou a um filme, sair para tomar um café ou mesmo comprar algo para si.

Recuperando a mulher exuberante dentro de si

Além de momentos de relaxamento em casa, como ler um livro, ouvir uma música ou assistir a um filme, é essencial que a mãe tenha momentos para si fora de casa. Ir ao salão para ajeitar as unhas e o cabelo ajuda a cuidar da autoestima, e já foi comprovado que cuidar da estética ajuda as mulheres a melhorar a percepção positiva de si.

Outro momento que pode contribuir para esse resgate do amor próprio de mulheres que acabaram de se tornar mães é realizar um ensaio fotográfico. Nada melhor do que um book especial para se sentir poderosa. Pode ser um ensaio tradicional em família, em que você se produz para fotografar junto de seu bebê, ou mesmo um ensaio sensual, para elevar a autoestima daquela mulher que não se sente mais tão sexy ou atraente.

Pode ser um book de making of, com cabelo, maquiagens e unhas sendo feitas, com looks variados, como roupas mais esportivas, com calças e tênis feminino, vestidos de gala ou, até mesmo, uma jardineira, para demonstrar jovialidade. Pode tudo. Só não se pode esquecer que, junto do bebê, nasceu uma mãe, mas dentro dessa mesma mulher, existe uma mulher maravilhosa e empoderada.