News 2 meses atrás | Leo Saldanha

Covid-19: Parcerias em tempos de pandemia

Fazer uma parceria com os negócios que seguem com permissão de abrir pode ser uma alternativa em um determinado momento. Em especial os pet shops...

por Revista FHOX
Pawtrait Ireland. um estúdio irlandês de fotografia de pets

Hoje começou a valer a restrição ao comércio na cidade de São Paulo e não é diferente no Rio de Janeiro e outras regiões do país. O fato é que a rotina e a circulação estão muito restritas e o ambiente para negócios nesse instante não é propício. Contudo, com o passar dos dias e a acomodação do isolamento, os negócios de fotografia podem agir fazendo parcerias.

Um exemplo na cidade de São Paulo (e no Rio também) é que pet shops não estão na lista de negócios que não podem operar. O animal de estimação faz parte da família e as pessoas irão pedir ou buscar ração e outros itens nesses pontos físicos. Diversos fotógrafos já tinham parcerias com pet shops, sobretudo os que atuam com fotografia de animais de estimação. A sugestão nesse cenário de pandemia talvez seja de abordar o pet shop do bairro e propor uma ação conjunta. Pode ser um vale sessão, a impressão de fotos do cãozinho que o próprio dono fez e poderia imprimir. Ao fotógrafo (ou negócio de foto) resta buscar formas criativas de atender os clientes desses pet shops para oferecer algo relacionado a memórias. Se existem restrições de fazer fotos no local, a alternativa é imprimir e entregar as fotos usando o próprio serviço de entregas desse varejo. É uma forma de tentar algo, de criar um parceiro e de se adaptar ao cenário complexo que estamos vivendo.

Sophie Gamand

A abordagem ao parceiro pet pode e deve ser online. Com uma boa pesquisa no Google para identificar quais as lojas próximas da sua cidade ou região. Fotógrafos pet costumam oferecer uma sessão de antes e depois de cães (na hora do banho). Ou um dia da semana para fazer retratos do cãozinho junto ao dono. Talvez não seja possível fazer isso agora, mas talvez seja possível pensar em algo distinto que envolva os animais que fazem parte da família. Seja o cão, gato ou outro animalzinho. E lembrando que essa é uma forma efetiva de se aproximar das famílias que estão perto de você e que podem querer memórias impressas para celebrar o que mais está evidente nesse instante. Que ao menos estamos com nossas famílias. Padarias, restaurantes, supermercados e lojas de conveniência também estão no varejo ou serviços que podem abrir. No entanto, parece mais quente e próximo da família fazer a parceria com o pet shop. Será que você consegue?