News 3 anos atrás | Redação

Relatório do Getty Images aponta que os padrões de imagem podem estar mudando

por Revista FHOX

Os conceitos de “padrões perfeitos” de imagem podem estar mudando. É o que aponta um levantamento do Getty Images, em seu relatório anual de tendências de buscas. Isso pode ser motivo de comemoração, já que vivemos em um mundo tão diverso e plural.

Foto: Paul Bence – Getty Images

O site, que tem cerca de 400 milhões de downloads de imagens por mês, dividiu o relatório em três categorias: Segunda Renascença, Realismo Conceitual e Novas Masculinidades. Segundo o documento, um dos dados mais relevantes são as pesquisas das palavras “diversidade” e “inclusão”.

Foto: Tiayrra Bradley / EyeEm – Getty Images

Em “Novas Masculinidades”, chama atenção o fato de que os estereótipos da representação masculina estão extremamente ultrapassados. A figura do homem branco de terno e com sorriso de sucesso não se comunica mais com o que é procurado na internet atualmente. Os dados do site mostram ainda um aumento de 53% na pesquisa para “pais homossexuais” e um aumento de 60% nas pesquisas de “pai solteiro”.

Segunda Renascença

Imagens inspiradas pela história da arte também são uma das grandes buscas, segundo o Getty Images. Entretanto, o site observou que essa busca está sendo usada frequentemente para representar negros, asiáticos e algumas minorias étinicas em “Segunda Renascença”. Isso aponta uma reprodução de narrativa visual mais positiva e culturalmente rica, através da subversão de técnicas de artes clássicas. Pesquisas para “luxo abstrato” aumentaram 186% e “retratos vintage” subiram 94%.

Foto: Stephanie Nnamani – Getty Images

Realismo Conceitual

A categoria “Realismo Conceitual”, influenciada pelas novas gerações e culturas da internet, também aparece entre os trends do site. O banco de imagens atribui isso a uma cultura que vai contra imagens “autênticas e reais” na tentativa de criar algo inesperado.

 

Outros dados

Outros dados interessantes são o das buscas por “LGBTQ”, que aumentaram 809%. Já “família multi-étnica” aumentou em 385%. Em contra partida, buscas por “estresse emocional” aumentaram em 263%, “abuso emocional” em 110% e “conscientização em saúde mental” em 258%.