Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


Novidades do JPEG XL

Criadores do arquivo prometem arquivos mais leves e outras novidades. A notícia mais importante é que esse novo formato em sua versão mais recente pode reduzir o tráfego global da internet em até 30%

JPEG é um formato amplamente usado por criadores e na internet. Os responsáveis pelo arquivo vinham desenvolvendo novidades e prometem uma atualização forte até o fim desse ano. O JPEG XL é de código aberto e em sua nova versão vai reduzir o gasto com banda na internet para carregar arquivos e reduzir custos de armazenamento. O arquivo na versão original de 1980 acabou se popularizando com o avanço da internet e das câmeras digitais. Quando lançado teve grande importância, já que uma foto que levava minutos para ser carregada na web tinha o tempo reduzido para poucos segundos em JPEG. Foram décadas de domínio, mesmo com outros formatos que surgiram. Agora na nova versão, os ganhos serão consideráveis. Inclusive na conversão de JPEGs antigos para o XL. O formato que chega em nova fase vai beneficiar fotógrafos tanto nas questões cores e até na profundidade de campo nas imagens. Já preparado e adaptado para 360 graus e fotos panorâmicas e muito menor do que JPEGs comuns. E vai fazer isso sem perder a qualidade, o que é mais importante e deve ajudar lojas, negócios e criadores quanto a publicações de fotos de produtos e conteúdos em geral. E o melhor de tudo é que o impacto desse formato mais leve deve reduzir o tráfego global da internet em até 30%.