News 4 meses atrás | Redação

Nikon anuncia oficialmente os resultados financeiros para o último ano fiscal

Junto com os números a fabricante divulgou a estratégia de médio prazo indicando com foco em produtos mais lucrativos. Outro anúncio importante é o afastamento de 700 funcionários na Ásia

por Revista FHOX
Foto: Fstoppers

Não chega a ser surpresa que o quadro da marca esteja tão delicado. A Nikon já vinha de transformações e quedas no faturamento nos últimos anos. O avanço do novo coronavírus e a forte competição no mercado fotográfico também não ajudaram. A marca disse que vai reduzir custos em um prazo de dois anos para assim tornar a divisão de imagem lucrativa novamente. O foco nos produtos de margens maiores e mais lucrativos também será um alvo. O que representa menor investimento da fabricante em câmeras mais baratas. O enfoque nas mirrorless nesse sentido para corroborar essa estratégia. Tudo indica que a parte de lentes também verá avanços em termos de produtos mais sofisticados. A estratégia de vendas deve impactar a forma como a marca chega aos diferentes mercados. Com mudanças de canais e formas de vendas. Parece que a divulgação e venda on-line serão alvos nessa nova estratégia de vendas.

Além de números muito ruins divulgados para o período do último ano fiscal, a Nikon anunciou a demissão de 700 funcionários na fábrica na Tailândia e em Laos (corte que representa 10% da força de trabalho da empresa). A empresa espera com isso melhorar a eficiência e reduzir custos.

Lembrando que os dados financeiros já tinha sido divulgados nas últimas semanas. O que é distinto agora é que o número é oficialmente apresentado. Com queda no lucro de 92% em comparação ao mesmo período do ano passado. Enquanto as receitas caíram 16.6% em relação ao mesmo período de 2019.

A repercussão negativa pode ser vista em alguns dos principais sites de fotografia de fora. Como é o caso do Petapixel.