News 3 anos atrás | Diogo Amorim

Mulher afegã que estampou capa da National Geographic é presa no Paquistão

31 anos depois de ser retratada por Steve McCurry, Sharbat Gula , está com 46 anos e ainda vive em um campo de refugiados

por Revista FHOX
washingtonSteve Mccury

Em 1985, Sharbat Gula não era apenas uma adolescente com um olhar expressivo e o rosto coberto por um lenço vermelho que emoldurava além de pele, histórias. McCurry viu isso e, depois dele, o mundo inteiro. De adolescente refugiada à símbolo de resistência.

Virou mulher e desapareceu novamente, buscando fuga, refugiou-se. A afegã de 46 anos agora tinha filhos e uma realidade difícil para enfrentar. Segundo uma fonte da Agência de Investigação Federal, Sharbat supostamente obteve documentos paquistaneses para si e dois de seus três filhos, subornando funcionários públicos.

Sem nacionalidade paquistanesa, Gula aguardará decisão judicial em uma penitenciária feminina, correndo o risco de ser condenada a até sete anos de prisão. Os filhos fugiram e estão sendo procurados pela polícia.

Steve Mccury,ao saber da situação, demonstrou seu apoio a Sharbat por meio de uma postagem no Instagram “Estamos fazendo tudo que podemos para entender os fatos ao entrar em contato com nossos colegas e amigos na área. Estou comprometido a fazer tudo que for possível para fornecer apoio legal e financeiro para ela e sua família. Eu me oponho a esta ação das autoridades nos termos mais fortes possíveis. Ela sofreu pela sua vida toda e a sua prisão é uma escandalosa violação dos seus direitos humanos”.