Família News 1 ano atrás | Diogo Amorim

Michael Stief, fotógrafo alemão de família, vem para a Fotografar 2018

Depois de ser modelo, fotógrafo de moda e roqueiro, o nascimento da primeira filha o trouxe de volta à fotografia, desta vez de família; as clientes agradecem.

por Revista FHOX

Por Mozart Mesquita

Michael Stief. (Arquivo Pessoal)

A próxima quinta-feira newborn do Congresso Fotografar 2018 promete. Para quem se habituou a atrações internacionais femininas e australianas, o alemão Michael Stief promete dar outro tom às atividades do dia. Aliás da semana, já que, além de palestrar sobre sua fotografia de gestantes e newborn, ele vai ministrar pelo menos dois workshops em São Paulo sobre os dois temas. Stief é tudo, menos o estereótipo que nos acostumamos a rotular de fotógrafo de família ou de recém-nascidos, uma tribo majoritariamente feminina no Brasil. Primeiro por ser alemão, que não é exatamente uma escola desse tipo de fotografia, embora nada que os alemães se disponham a fazer suscite qualquer dúvida quanto a qualidade do que vão entregar.

Nascido em Nuremberg, Stief tem uma trajetória no mínimo inusitada. Foi modelo internacional e fez o roteiro completo do mundo fashion ao ter migrado para os Estados Unidos e vivido em cidades como Los Angeles, Nova York, Miami, Paris, Londres, Milão e Tóquio. “Modelando, rapidamente percebi que não era isso que queria”, conta ele, em um animado bate-papo por Skype. “Mas o lado bom é que trabalhei com alguns dos grandes nomes da fotografia naquela época e percebi que a fotografia me encantava”, descreve Stief, que saiu da frente para trás das lentes e iniciou sua carreira de fotógrafo de moda.

“Foi muito legal, mas o mundo da moda é complexo e fútil, não demorou muito para eu encontrar outra paixão: uma guitarra”, conta Stief, que naquele momento assumiu o pseudônimo Mickey Monroe e foi viver uma vida literalmente rock’n’roll, fazendo bastante sucesso, lançando três discos e DVDs e amealhando um grande numero de fãs na Alemanha. Basta colocar Mickey Monroe no Youtube para conferir alguns de seus clipes. Foram oito anos de muita loucura e diversão, mas também bastante cansativos.

Foto: Michael Stief.
Foto: Michael Stief.
Foto: Michael Stief.

A grande virada viria com o nascimento da primeira filha. Naquele momento, sua mulher e grande amor de sua vida fez um apelo: “Não vai dar para conciliar rock’n’roll com paternidade.” A própria gravidez dela serviu para que ele enxergasse a fotografia de gestante de outra maneira. Ao contratar o serviço de terceiros, ele recebeu fotos horríveis e, assim, percebeu que seu histórico na moda poderia ser muito útil ao mercado, resolvendo fazer o mesmo que havia feito em outras oportunidades: mergulhar de cabeça.

O resultado foi similar ao que obteve como modelo, fotógrafo de moda e cantor de rock: sucesso. Hoje, Stief é um dos mais respeitados fotógrafos de newborn e gestante da Alemanha. Sua agenda é intensa, fotografando invariavelmente duas vezes por dia, praticamente todos os dias, à parte aqueles em que está em workshops ou congressos, outra atividade em que também tem muito êxito. Ao todo, Stief já passou dos três mil ensaios, sendo dois mil de newborn, uma experiência que lhe permite ser hoje um grande mentor e professor no mercado europeu.

Foto: Michael Stief.

Foto: Michael Stief.

Dentre os temas que vai abordar em sua palestra e workshops em São Paulo, estão: técnicas de iluminação backlight; como fazer fotos simples e estonteantes de gestantes em estúdio; retratos de gestantes fine art e retratos de gestantes nuas, também em conceito fine art. Uma oportunidade única para quem vier a São Paulo durante a Feira Fotografar. Corra para reservar sua vaga, porque promete ser uma atividade disputada.