Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Mais um caso bizarro envolvendo o Instagram

diyphotography.com

Nós já tínhamos mostrado recentemente o caso de instagrammers na Sibéria que estão se arriscando com fotos em um lado repleto de resíduos tóxicos. Agora é a vez do Monte Neme na Espanha. O que era uma antiga mina de tungstênio com uma pedreira tem um lago com uma cor turquesa que atraiu os caçadores de belas fotos do Instagram. Embora a aparência seja bonita, o local oferece grandes riscos de contaminação. Sobretudo para quem entra na água. O que vem inclusive acontecendo, com pessoas se arriscando no contato direto com os produtos químicos. A situação chamou a atenção de diversos meios de comunicação espanhóis e de outras partes do mundo. Talvez isso explique a medida recente do Instagram de tirar as curtidas das fotos. Pois sem a métrica de vaidade tão visível isso (teoricamente) poderia ajudar a reduzir esses comportamentos arriscados em busca de curtidas e visibilidade. Ou será que não?

>> Nova turma da Escola de Negócios FHOX (25 de julho)

A ocorrência é grave, já que uma pessoa foi parar no hospital depois de entrar no lago e ter problemas. O instagrammer engoliu a água e acabou tendo problemas digestivos. Houve outro que vomitou depois de entrar na água. Um fotógrafo também teve problemas por lá. Ele entrou na água e teve uma crise alérgica severa. Ainda assim, o fotógrafo disse que valeu ter entrado para conseguir os cliques. Pior é que o ponto não tem um aviso de que a água é tóxica. Uma reclamação relatada por todos os visitantes.

Leia também: FHOXCast em nova fase

https://www.instagram.com/p/Bz-s0BvoO89/?utm_source=ig_embed

https://www.instagram.com/p/BvC0yLRhSnq/?utm_source=ig_embed

>> UMA NOVA FORMA DE ACESSAR O CONTEÚDO FHOX 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.