Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Será o HTC Exodus o começo da revolução blockchain?

Smartphone da marca tawaianesa chegará ao mercado com tecnologia nativa blockchain

A ideia da HTC é expandir o eco-sistema blockchain. Com ele, os usuários terão uma solução que oferece segurança e abre espaço para aplicativos descentralizados. O blockchain é uma tecnologia que oferece segurança e transparência nas operações. Mais do que isso, com ela os usuários garantem a autenticação de dados e transações. Na prática, o usuário pode usar o aparelho para aplicar o blockchain em fotos e gerar arquivos autênticos. O HTC Exodus traz ainda um cofre (uma carteira-fria para criptomoedas). Os valores ficam retidos nesse cofre e não na nuvem. O problema é se o dispositivo for roubado. Outra novidade é a integração com apps blockchain e interface simplificada para os usuários. Não é o primeiro aparelho do mundo, pois outro dispositivo foi lançado por uma marca desconhecida no começo desse ano.

O enfoque da HTC com esse lançamento é claro: aumentar a base instalada e a adesão ao blockchain aumentando assim a cadeia de nós entre os usuários da tecnologia. A respeitada publicação Wired diz que o aparelho tem algumas falhas como a questão do roubo. Mas indica um cenário de popularização do blockchain com a chegada da tecnologia em hardware para consumidores finais. Agora resta saber quando novos smartphones chegarão ao mercado e quem sabe câmeras também.

Revolução digital – a grande inovação do blockchain é a possibilidade de retomar o valor para arquivos digitais. O blockchain cria uma identidade única mesmo para arquivos digitais. Algo que gera valor e garante que a foto é única e rastreável mesmo virtualmente. A tecnologia envolve ainda contratos inteligentes que garantem ao dono da foto controles e transparência total no uso e venda desses arquivos. Mais do que atender fotógrafos e ajudar na transparência das transações, o HTC Exodus deve ter um forte apelo com quem usa criptomoedas. A expectativa é que a criptocarteira que o aparelho possa atender 30 milhões de usuários no mundo que não contam com nada parecido disponível no mundo. Outro forte apelo é ter seus dados digitais seguros e garantidos com blockchain. O HTC Exodus deve chegar ao mercado até o fim desse ano.

FHOX: mais que uma revista, uma ferramenta indispensável para quem vive fotografia

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.