Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


Grazi Ventura e a Fotografia de família em destaque no Domestika

Que o EAD, Ensino a Distância, virou uma coqueluche, todo mundo já sabe. Inúmeras iniciativas competem num ambiente que democratiza o ensino e permite que a informação e o conhecimento se espalhem por todos os cantos do planeta. Obviamente o excesso de oferta deixa na mão do internauta, Dentre as inúmeras propostas existentes hoje, a chegada dos espanhóis da Domestika ao Brasil, chama a atenção pela qualidade da curadoria, diversidade de oferta e pela simplicidade do modelo de negócio, baseado em cursos de preço acessível, duração plausível e excelente design de experiência ao usuário. 

No Brasil, a chegada de Domestika, foi em grande estilo, com o primeiro curso em português sendo do talentosíssimo comunicador Marcelo Tas. A fotógrafa de família, Grazi Ventura, que já fez inúmeras colaborações com FHOX, dentre exposições, palestras e matérias, teve a honra de ser a segunda profissional a ter um curso em português na plataforma. O fotógrafo Tuca Reines também está no time, que deve crescer consideravelmente nos próximos meses, dado o interesse da empresa em conquistar mercado no Brasil. Um nome conhecido dos leitores de FHOX que também ganhou um curso na plataforma é o do designer Ji Lee, do Facebook de Nova Iorque. Ji, é um dos principais designers americanos e esteve palestrando na Fotografar 2016, fazendo um discurso histórico. 

O curso de Grazi é uma introdução a fotografia documental de família. “Apesar de atender quem tem interesse em fotografia de família em geral, o curso é bem voltado a fotografia documental, para quem quer ingressar nesse universo”, explica Grazi, “responde as perguntas básicas de quem quer incluir uma nova oferta ao seu portfólio: como se portar; como cobrar; que equipamentos usar e etc.. e se destina a qualquer pessoa que queira fotografar famílias ou a sua própria família” conclui a fotógrafa.

Ainda segundo Grazi, a plataforma oferece um Fórum que conecta os alunos com a professora, oferece a possibilidade de o aluno fazer no seu tempo e convida o aluno a fazer um trabalho de conclusão ao final do processo.

Para Grazi Ventura a experiência foi sensacional: “foi riquíssima. Eu digo que começou muito antes de eu gravar, quando eles me convidaram para virar uma professora. Apesar de eu saber fazer o que faço, nunca tinha colocado isso num modelo estruturado de ensino. Todos os cursos da Domestika tem um formato pré-estabelecido e quando eles me mandaram a estrutura eu fiquei uma semana tentando me encaixar naquilo, foi um obstáculo maior do que a própria gravação. Depois, lá em Madri foi super intenso. Cinco dias de trabalho, com três dias intensos de gravação, seis horas só no primeiro dia. A equipe foi incrível, eles são ótimos, detalhistas e focados na qualidade. Eu fiquei encantada, me senti super em casa. Foi bem legal, mas óbvio que desafiador pois não é a mesma coisa falar para câmara e encaixar o que você sabe na prática numa metodologia pré-existente. Mas o resultado está incrível e eu poderia ter ficado por lá, mais duas semanas gravando mais cursos.”explica Grazi, que além do cachê e da viagem, recebe uma participação no resultado das vendas, enquanto a plataforma cuida de toda a organização pedagógica e comunicação do curso. Segundo Julius Wiedemann, editor senior e curador chefe da plataforma, “Domestika chega ao Brasil para ficar e deve ser uma ferramenta que vai facilitar a vida de quem quiser liberar e ampliar seus conhecimentos criativos”. Saiba mais: https://www.domestika.org/pt/courses/997-introducao-a-fotografia-de-familia