Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Gervásio Baptista, o “fotógrafo de presidentes”, falece aos 95 anos

O fotógrafo Gervásio Batista, de 95 anos, é homenageado pela Associação Baiana de Imprensa (ABI) com a Medalha do Mérito Jornalístico.

Na última sexta-feira, dia 5, faleceu aos 95 anos Gervásio Baptista, conhecido como o Fotógrafo dos Presidentes. Com mais de sessenta anos na carreira do fotojornalismo, ficou conhecido por registros importantes da história política brasileira. Até o ano de 2015 atuava na Empresa Brasil de Comunicação registrando o Supremo Tribunal Federal.

Gervásio Baptista
[/media-credit] Gervásio Batista

Nascido em 1923 em Salvador, se mudou para o Rio de Janeiro aos 27 por convite de Assis Chateaubriand para trabalhar na publicação O Cruzeiro. Pouco tempo depois se mudou para a revista Manchete, na qual ficou até seu fechamento em 2000. Em seu currículo estão fotos desde o velório de Getúlio Vargas, a icônica foto de Juscelino Kubitschek na inauguração de Brasília; e a última foto oficial de Tancredo Neves, já no hospital.

Durante a ditadura militar foi preso mas de uma vez, e chegou a dividir cela com Miguel Arraes, ex-governador de Pernambuco e avô de Eduardo Campo, candidato a presidência morto em 2014 após um acidente de avião.

Além das fotos de presidenciáveis, Baptista fez a cobertura de outros eventos históricos: a Revolução Cubana (1959), a Revolução dos Cravo em Portugal (1974) e a Guerra do Vietnã na década de 70. Também trabalhou no concurso Miss Universo e em sete Copas do Mundo.