News 2 semanas atrás | Redação

Fotos da Amazônia do século 19 foram leiloadas na Sotheby´s por mais de 300 mil reais

A coleção do alemão Albert Frisch foram vendidas em um leilão na famosa casa Sotheby´s em Nova York. Especialistas dizem ser os registros mais antigos da Amazônia brasileira

por Revista FHOX

Fotos que foram feitas faz 150 anos em uma expedição à floresta. As fotografias de Frisch mostram as inúmeras tribos indígenas da região naquele momento. São quase 100 fotos que foram publicadas pela primeira vez em 1869 pela editora Georg Leuzinger. O fotógrafo alemão trabalhou para a editora justamente para retratar a Amazônia em região inexploradas e pouco conhecidas. A expedição começou em 1867 em uma jornada (a pé) de mais de 1.6 mil km. Frisch gerou mais de 120 negativos de colódio úmido. Ele levou um laboratório portátil para cuidar do processo. Um procedimento que envolvia placas úmidas inseridas na câmera em uma condução complexa levando em consideração que ele estava em uma selva. O mais curioso era a forma como Frisch fotografava. Ele primeiro fotografava paisagens e depois as pessoas para então criar uma foto final compondo com as duas imagens. Todas as fotografias do IMS (Instituto Moreira Sales) foram leiloadas na Sotheby´s por mais de 81 dólares (quase 330 mil reais).

>> Os episódios de maior audiência do FHOXCast em 2019

APOIE O MELHOR CONTEÚDO!
A MISSÃO DA FHOX SEGUE A MESMA FAZ 30 ANOS. NOSSO OBJETIVO É LEVAR INFORMAÇÃO ÚTIL E DE QUALIDADE PARA AJUDAR OS LEITORES QUE ATUAM E APRECIAM A FOTOGRAFIA. A FHOX É MUITO MAIS DO QUE UMA REVISTA, TRATA-SE DE UMA PLATAFORMA INTEGRADA QUE OFERECE CONTEÚDOS EM DIFERENTES CANAIS (SITE, IMPRESSO, EVENTOS, VÍDEOS E PODCAST). UMA CENTRAL DE INTELIGÊNCIA DE MERCADO PARA FOMENTAR AS MELHORES PRÁTICAS E NEGÓCIOS DA FOTOGRAFIA. ASSINE A FHOX! E NOS AJUDE A CONTINUAR CRIANDO MELHOR INFORMAÇÃO PARA VOCÊ!