Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Fotografia newborn: conheça mais sobre esse estilo de retrato infantil

Sweet newborn baby girl sleeps in the basket.

Em ascensão, área tem crescido e atraído cada vez mais interessados

No final dos anos 90, Anne Guedes, fotógrafa australiana, inseriu a imagem de bebês recém-nascidos em suas fotografias. Alguns anos depois, o estilo, até então pouco explorado, foi “reformado” quando Tracy Raver e Kelley Ryden fotografaram bebês de forma mais intimista, e publicaram seus registros em seu livro “Sleeping Beauties: Newborns in Dreamland”. A obra fez com que famílias passassem a buscar profissionais que fizessem registros de seus filhos semelhantes ao trabalho da dupla, e hoje, além de consolidada, a fotografia newborn segue atraindo pais e mães de todo o mundo.

Dentre as opções para quem pretende iniciar na área, além da leitura de alguns livros e artigos de quem já trabalha no ramo há algum tempo, vale conhecer os workshops ministrados pela ABFRN (Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos). Além disso, as feiras de fotografia sempre são ótimos locais para a busca de referências e exposição de novas ideias para profissionais e todos os interessados. 

O mais recomendado para a “nova onda” da newborn é que o fotógrafo faça ornar cenário e iluminação com a beleza e delicadeza dos bebês. Em relação ao local para realização dos ensaios, por mais que alguns profissionais contem com estúdio próprio, alguns pais optam que os registros sejam feitos em casa. O resultado são fotos ainda mais sensíveis e intimistas, em que pais acabam participando mais ativamente do “shooting” com seus filhos. 

Cute baby girl holding vintage camera

Ao conversar com Anna, mãe da pequena Maria, ouvimos que, no seu caso, foi preferível fotografar sua filha em casa. Assim, além de evitar expô-la, ela sentia que sua bebê ficaria mais confortável em seu lar. Diferentemente dela, outras mães, que preferiram não se identificar, sinalizaram que se atraem mais pelos ensaios feitos em estúdio, pois acreditam que a estrutura fará com que as fotos fiquem ainda melhores. Em suma, existem meios para todos os pais e fotógrafos – cabe aos envolvidos decidir em conjunto qual a melhor forma de eternizar esse momento!

Para quem pretende investir em opções que complementam a fotografia, o desenvolvimento de kits com canecas, camisetas, porta-retratos, entre outros objetos, também é bem aceito por quem é fotografado – neste caso, por quem encomenda o ensaio. Dentre as opções, a impressão em maior escala (feita para ser enquadrada) é bastante pedida por pais, que ainda que necessitem fazer uso de ferramentas como martelos, parafusadeiras, entre outras, não hesitam em se esforçar para ter a beleza de seus filhos exposta em quadros. Em tempos de apps de busca de referências, ideias para decoração não faltam, e uma aposta muito assertiva para quem trabalha no ramo é investir nessas opções – e, é claro, se atentar ao que agrada seu público.

Deste modo, ficou claro que existem opções para todos os gostos e estilos. O recomendado é que o profissional atente-se a todos os pedidos dos pais e preze sempre pelo conforto do bebê. A fotografia, em linhas gerais, é um processo extremamente singular, mas, nesse caso, além de único, é ainda mais sensível.