Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!

“Dias de Solidão” – Um retrato da quarentena

Fotos: Fototech

O livro nasceu do desejo da Fototech, que é uma associação formada por fotógrafos do Brasil todo (fundada em 2006), de publicar seu  segundo livro. No início da pandemia, seus diretores fizeram um chamado para os associados documentarem o que se passava no Brasil. O resultado é um livro de 23 fotógrafos, de 7 estados diferentes e com visões distintas. O livro navega num universo ora documental, ora conceitual, criando um mosaico de impressões. A narrativa é criada de uma forma orgânica, construindo um recorte de “Dias de solidão”.

Na obra, mostramos o ponto de vista de cada um deles sobre o isolamento social (que, infelizmente, ainda vivemos) em decorrência da pandemia do COVID-19. As fotos foram feitas naquele período inicial da quarentena de 2020, onde o confinamento foi mundialmente mais rígido, e ainda estávamos tentando compreender aquela nova, e assustadora, realidade.  

Quarentena. Distanciamento social. Confinamento. Medo. Saudade. Luto. 

DIAS DE SOLIDÃO possui a curadoria de ADRIANO ABBUD, tratamento das imagens feito por CLICIO BARROSO e edição realizada por Valdemir Cunha da EDITORA ORIGEM, especializada em fotolivros.

Site da Fototech: http://www.fototech.com.br/

      https://www.facebook.com/FOTOTECH.BRASIL/

      https://www.youtube.com/channel/UCc6qVeE55yKCqTuTRs0jSeQ

Se você quiser entrar em contato com a Fototech:

Clóvis – (11) 99721-8652

Phillip – (11) 96307-9653

Uma breve história da Fototech e sua importância para a fotografia brasileira:

O livro está a venda no site da Editora Origem: https://www.editoraorigem.com.br/product-page/dias-de-solid%C3%A3o

 

 

 

 

Uma breve história da Fototech e sua importância para a fotografia brasileira: