News 7 meses atrás | Leo Saldanha

Covid-19: sessões de família grátis (e com segurança)

por Revista FHOX

A iniciativa vem dos Estados Unidos. Diversos fotógrafos daquele país estão oferecendo sessões de família grátis para todos em isolamento. O profissional faz os cliques de uma certa distância e depois dá as fotos como cortesia. Essa ação virou destaque em matéria da CNN e inúmeros outros sites de notícias norte-americanos.

A sessão é rápida e ocorre na frente de casa. Pode ser no quintal ou na varanda. Em Boston a fotógrafa Cara Soulia criou o projeto “The Front Steps”. Diariamente ela está visitando casas para clicar famílias dessa forma. Ela contou para a CNN que as pessoas ficam animadas e tudo leva alguns minutos. Uma forma de fazer algo diferente e ter uma memória desse momento. Outros fotógrafos da região de Boston também se uniram na iniciativa. Na verdade em outras cidades. No caso de Cara, esse projeto começou no dia 17 de março em Needham (próximo de Boston) e já atendeu 325 famílias por lá. Um dos principais objetivos do projeto é animar as pessoas. Embora não cobre pelas fotos, ela e outros colegas pedem doações para uma ONG. E com isso já conseguiram mais de 12 mil dólares. “É uma forma de sair e buscar ar fresco ao mesmo tempo que ajudamos famílias com uma conexão humana” disse ela. Entre as curiosidades ela já fotografou uma família por engano.

Inspirando a comunidade – Cara é fotógrafa de família e newborn. Ela contou para a CNN que assim como outros fotógrafos ela não sabe o que irá acontecer com os trabalhos. Já que é autônoma e depende disso para viver. Ela disse que no momento esse é o trabalho dela. E mais: que ela dará suporte a colegas que queiram fazer o mesmo. E é justamente isso que está acontecendo. Mais de 250 fotógrafos entraram em contato com Cara para criarem versões locais da ideia. Sempre com a mesma proposta de ajudar ONGs e comunidades carentes. Até agora ela viu colegas usando essas doações para ajudar hospitais, pequenos negócios em apuros, abrigos, entre outros.

Como funciona – Cara explica no site do projeto que faz as fotos a uma distância segura de 3 metros e que usa lentes apropriadas para esses retratos mais distantes. E que se as pessoas quiserem posar de pijamas não tem problema. Não é um ensaio. Na verdade leva de fato 5 minutos e gera uma única imagem da família reunida. Ela pede o e-mail para enviar a foto e pelo mesmo canal pede a doação. Ela também criou uma hashtag da ação: #thefrontstepsproject

Marketing social – a ideia não foi criada sozinha pela fotógrafa. Cara contou com a ajuda de Kristen Collins que cuida do planejamento , operação e marketing. Kristen é consultora de marketing. Essa ação tem a força de algo genuíno e por isso mostra-se tão acertada. Claro, envolve riscos para os profissionais que saem para retratar. Mas seja como for é algo que dá uma dimensão distinta para a união da família em um período tão difícil e apreensivo.