Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


Confira maneiras criativas de comercializar suas fotografias

Young female business owner , with dyed blue hair printing t-shirt in the silk screen printing machine at her workshop while wearing protective face mask during COVID-19

Há uma série de formas de vender as imagens para gerar renda, tanto para profissionais, quanto para amadores

Young female business owner , with dyed blue hair printing t-shirt in the silk screen printing machine at her workshop while wearing protective face mask during COVID-19

Quem gosta de tirar fotografias profissionalmente ou por lazer pode gerar uma fonte de renda extra comercializando as imagens. Uma maneira de ganhar um dinheirinho vendendo as fotografias é através de bancos de imagens. Neles, a pessoa pode colocar fotos e até mesmo vídeos, que ficam disponíveis para compra. Ganha-se uma porcentagem das vendas. O ideal é fazer um banco com um número alto de imagens e pesquisar que tipos de fotografias estão em alta demanda.

Não adianta colocar no banco de imagens mais do mesmo, já que, como iniciante, suas fotografias não vão aparecer nas primeiras páginas de busca. Já em buscas que só tenha a sua fotografia ou poucas disponíveis para tal tema há maiores chances de venda. Não é preciso nem mesmo uma câmera profissional para se dar bem nas vendas. Até mesmo fotos feitas com o celular podem proporcionar renda, desde que tenham a resolução mínima exigida pela plataforma.

É possível também transformar as fotografias em uma série de produtos. Fotografias para decoração podem vender na forma de posters ou quadros. É importante que a resolução seja ideal para o tamanho de impressão. O ideal é que a imagem seja salva em TIFF, um tipo de arquivo de maior qualidade do que o JPEG. É essencial usar uma impressora profissional e pesquisar gráficas que prestam este tipo de serviço para uma combinação de bom acabamento com preço acessível.

Também é uma boa ideia imprimir as fotografias em outros tipos de produtos como almofadas, camisetas ou canecas. Pode-se criar uma loja online ou vender através das redes sociais. O importante é alcançar o público-alvo. Para tanto, é crucial focar em um nicho e não dar tiro para tudo quanto é lado. Ao desenvolver produtos com um público em mente, a comunicação e o planejamento ajudam a conectar o negócio às necessidades de quem compra.

Uma ecobag personalizada pode render, já que une a tendência do reuso de sacolas com material ecológico. A sustentabilidade está em alta, e aproveitar a chance de comercializar a sua arte com um objetivo maior em mente ajudando o planeta é melhor ainda. A criatividade na criação de produtos pode levar a uma fonte de renda trabalhando com o que se gosta. É importante encontrar os fornecedores certos para alavancar o negócio. A fotografia pode sair do computador de diversas formas e alcançar clientes que estavam esperando a oportunidade de adquirir tal item.