Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!

Como montar seu próprio estúdio fotográfico

Crew working together in the studio

Para abrir um estúdio, além do talento, é preciso ter conhecimento administrativo que irá garantir um bom resultado para o seu negócio

Um estúdio fotográfico é um estabelecimento comercial que presta diversos serviços envolvendo fotografias, como fotografia para publicidade e eventos, para documentos, para acervo de modelos, ensaios para casamentos, fotos em família, fotos de gestante e também os ensaios “newborn” e muitos outros.

A evolução tecnológica permitiu que a fotografia também evoluísse significativamente, pois os equipamentos fotográficos ficaram muito fáceis de usar e apresentam inúmeros recursos, muito úteis para iniciantes na arte da fotografia. Processos de captura, armazenagem, impressão e reprodução foram descomplicados pelo ambiente digital, e novas oportunidades apareceram para quem sempre sonhou com uma carreira nesse segmento.

Devido a toda essa facilidade, a quantidade de estúdios especializados em diferentes segmentos só cresce, especialmente quando apresentam soluções integradas, como contratos que oferecem desde o registro fotográfico da gestante até o acompanhamento em vídeo do parto natural. Portanto, com o número alto de profissionais atuando nessa área, se o seu desejo é abrir um estúdio, não se esqueça de pensar bem qual será o seu diferencial para o restante do mercado.

Apesar de ser um mercado com muitos profissionais, essa área apresenta, além de um número alto de demanda, opções de serviços variados. Se você se interessou por essa oportunidade, separamos algumas dicas para abrir o seu!

Crédito: iStock

Dicas para abrir um estúdio fotográfico

Monte um plano de negócios

No plano de negócios, você irá definir o principal foco do seu serviço. Fique atento e veja se o seu plano responde a essas perguntas. Quais os principais serviços? Quem serão os potenciais clientes? Onde a empresa está localizada? Quanto precisa ser investido? Qual será o faturamento mensal e em quanto tempo o dinheiro investido retornará?

Para isso, é preciso fazer uma boa pesquisa sobre o mercado que deseja atuar, seu público-alvo e os principais concorrentes. 

Pesquise antes de escolher o local 

A localização do negócio é algo que interfere muito no faturamento; por isso, antes de fazer essa escolha decisiva, leve em conta seu público-alvo. Pense se na região é possível atingir o público que você deseja. O lugar ideal precisa ter uma boa visualização e ter fácil acesso para os clientes. Com esse raciocínio, é mais fácil escolher a região em que irá investir. 

O local pode ser até em sua residência, desde que cumpra com toda a estrutura necessária. Os aspectos legais e as regularizações e licenças exigidas também precisam ser cumpridas. Verifique as restrições presentes na Lei de Zoneamento e no Plano Diretor da sua cidade antes de tomar qualquer decisão.

(Crédito: iStock)

Estrutura e equipamentos

Um estúdio fotográfico pode funcionar perfeitamente em uma área média de 3 metros de largura e 4,5 metros de comprimento – tudo depende dos seus planos e das suas necessidades. 

Cada tipo de fotografia exige diferentes equipamentos, mas quase todos precisam de flashes externos, geradores, sombrinhas, tripés, refletores e um fundo infinito para começar. Um empréstimo pessoal pode ser uma boa forma de conseguir fazer o investimento em equipamentos que você ainda não possui. 

Defina o estilo do seu trabalho e do seu estúdio

A fotografia tem muitas áreas; portanto, defina pelo menos três áreas que você quer atuar e aperfeiçoe seu portfólio e seu serviço. 

Existem muitos cursos de fotografia online – alguns, até gratuitos – que podem ajudar no seu aperfeiçoamento técnico. 

Invista em um planejamento adequado e em uma boa estratégia de negócios e terá um estúdio de sucesso!