News 4 meses atrás | Flávio A. Priori

Canon e Zapata Filmes firmam parceria para produções cinematográficas

Parceria contempla o suporte com câmeras, lentes e outros equipamentos e acessórios da Canon

por Revista FHOX

O estúdio Zapata Filmes divulga seu sexto longa, chamado “When in Venice”, uma coprodução internacional filmada em Veneza, na Itália, em maio do ano passado. Este filme marca também o início de uma parceria estratégica e inédita entre a Canon, e a produtora latino-americana.

No ano passado, em Las Vegas, no NAB Landmark, o maior evento de tecnologia audiovisual do mundo, a Zapata Filmes conquistou o apoio da gigante japonesa em seus próximos projetos. Este suporte inclui a próxima geração de câmeras, lentes de cinema e outros equipamentos de suporte e acessórios.

“Atualmente temos uma variedade de projetos confirmados, da série SCI-FI a filmes dos mais variados gêneros como drama, comédia romântica e épicos que exigem a melhor tecnologia disponível com o mais alto padrão de qualidade do mercado. Nossa maneira de trabalhar é mais orgânica, preferimos luz natural e equipes pequenas que ajudam a fomentar a intimidade da história e dos seus personagens. Este apoio [da Canon] é uma grande honra e permite legitimar e valorizar o estilo de produção que nos caracteriza”, afirma o diretor colombiano Juan Zapata.

zapata

Fabio Zucarrato, Supervisor de Vendas da Canon do Brasil falou sobre a parceira. Mencionou que essa união foi essencial para a produção de “When in Venice”.“Estamos felizes com nossa escolha, pois a Zapata Filmes fez um excelente trabalho transformando nossa tecnologia em uma ferramenta mágica, capturando a história e fundindo-a com a bela atmosfera de Veneza”.

Quem também comentou sobre o assunto foi Douglas Limbach, sócio e produtor executivo da Zapata Filmes. “Há poucos diretores e empresas de produção no mundo com esse tipo de apoio e parceria da Canon, o que por si só confirma que estamos no caminho certo e agradecemos a responsabilidade de produzir em um nível mais alto”.

Sobre o filme, ele conta a história de Maximiliano (Peter Ketnath) e Maria (Bella Carrijo). Os dois nasceram em diferentes partes do mundo com tradições contrastantes e expectativas de vida. O destino traz esses dois estranhos juntos no mesmo hotel em uma cidade não muito longe de Veneza, na Itália. Com seus amantes a mil quilômetros de distância, eles decidem fazer uma viagem espontânea à cidade mais romântica do mundo. O filme é um conto divertido e lúdico de amor impossível e ironias emocionais de adultos contemporâneos.