Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


B&H Photo se defende das alegações de sonegação nos Estados Unidos

O centro de distribuição da B&H. Rep.

Nas últimas semanas a B&H Photo foi destaque na mídia norte-americana por conta de supostos não pagamentos de impostos referentes a rebates. A prática de descontos que os fabricantes repassavam para a loja e que deveriam reverter em impostos para o governo norte-americano. Jeff Gerstel, um porta-voz da empresa, disse que a ação da procuradoria Geral de Nova York é indevida. Gerstel enviou um e-mail para o site DPREview dizendo o seguinte: “O procurador-geral de Nova York está tentando criar um novo imposto sobre descontos e quer que os consumidores paguem imposto sobre vendas pelo que realmente pagam e mais um imposto adicional sobre descontos que recebem” disse. Para a empresa isso não faz sentido e não há lei que exija que os consumidores paguem esse imposto com descontos. Gerstel disse ainda que as alegações não têm mérito e que todo o setor varejista de produtos eletrônicos de consumo adota a mesma abordagem concedida na B&H Photo.

Leia também: R.U.M.O – uma novidade da Escola de Negócios Fhox

B&H não fez nada de errado e é escandaloso que o procurador-geral esteja atacando uma empresa de Nova York que emprega milhares de nova-iorquinos, deixando os gigantes nacionais de varejo (e online) sem contestação. O procurador-geral quer cobrar dos nova-iorquinos um imposto sobre o dinheiro que nunca gastaram. Está errado e não seremos intimidados. Vamos combater essas alegações de forma agressiva. A B&H não é uma grande loja de caixas ou uma cadeia sem rosto; somos uma instituição de Nova York, operamos aqui por quase 50 anos com uma reputação gigantesca. O Departamento de Tributação e Finanças do Estado de Nova York fez inúmeras auditorias e nunca mencionou nenhum problema com essa prática generalizada do setor de varejo. Os consumidores pagam imposto sobre vendas com base no que realmente pagam. Se você comprar um item de US $ 150 à venda por US $ 100, paga US $ 100 e imposto sobre US $ 100. Se o escritório da Procuradoria Geral conseguir, os clientes poderão ter que pagar imposto sobre o preço real de venda de US $ 100, mais um imposto adicional sobre o desconto de US $ 50 que eles receberam. O senso comum e a lei dizem que esse novo imposto sobre descontos não faz sentido. É por isso que praticamente toda a indústria de eletrônicos de consumo adota a mesma abordagem para a coleta de impostos sobre vendas que a B&H. 

Gerstel ainda enviou gráficos comparativos mostrando como é o sistema de forma detalhada.

O relato completo do site da DPReview está aqui: B&H Photo.

APOIE O MELHOR CONTEÚDO!

A MISSÃO DA FHOX SEGUE A MESMA FAZ 30 ANOS. NOSSO OBJETIVO É LEVAR INFORMAÇÃO ÚTIL E DE QUALIDADE PARA AJUDAR OS LEITORES QUE ATUAM E APRECIAM A FOTOGRAFIA. A FHOX É MUITO MAIS DO QUE UMA REVISTA, TRATA-SE DE UMA PLATAFORMA INTEGRADA QUE OFERECE CONTEÚDOS EM DIFERENTES CANAIS (SITE, IMPRESSO, EVENTOS, VÍDEOS E PODCAST). UMA CENTRAL DE INTELIGÊNCIA DE MERCADO PARA FOMENTAR AS MELHORES PRÁTICAS E NEGÓCIOS DA FOTOGRAFIA. ASSINE A FHOX! E NOS AJUDE A CONTINUAR CRIANDO MELHOR INFORMAÇÃO PARA VOCÊ!