News 3 anos atrás | Diogo Amorim

Artista faz montagem com fotografias do Memorial do Holocausto

Shahak Shapira lança um projeto de arte chamado "Yolocaust" para a envergonhar e conscientizar pessoas que fazem imagens desrespeitosas no Memorial do Holocausto em Berlim.

por Revista FHOX

Pensando no valor simbólico daquele monumento, a artista percebeu que muitos dos visitantes não estavam respeitando o fator histórico do local. Foi então que decidiu criar o projeto “Yolocaust” e mostrar às pessoas que tirar selfies naquele local era contraditório e, muitas vezes, desrespeitoso.

holocausto-14

 

holocausto-15“Cerca de 10.000 pessoas visitam todos os dias o Memorial dos Judeus Assassinados da Europa, muitos deles tirando fotos, pulando, andando de skate ou de bicicleta nas 2.711 lajes de concreto da estrutura de 19.000 m²”, escreveu Shapira. “As estruturas cinzentas simbolizam lápides para os 6 milhões de judeus que foram assassinados e enterrados em valas comuns, ou queimados nos campos de extermínio. ”

olocausto-4holocausto-5

“Durante os últimos anos, notei um fenômeno interessante no memorial do Holocausto em Berlim: as pessoas estavam usando-o como um cenário para fotografias que não condiziam com o clima do local”.
holocausto-16holocausto-17

A fotógrafa encontrou imagens no Facebook, Instagram, Tinder e Grindr, e então as combinou com as imagens aterrorizantes dos campos de concentração – sem esquecer de incluir os comentários e as hashtags que foram postadas junto.

holocausto-12holocausto-13

Shapira continua o projeto e aceita o envio de imagens desse tipo para continuar a conscientizar as pessoas sobre o valor simbólico do local. Se encontrar alguma imagem e quiser contribuir como trabalho da artista, basta enviá-la para o e-mail: undouche.me@yolocaust.de.