Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!

Arlindo Namour: uma grande referência da fotografia brasileira

Arlindo Namour. Foto: Arquivo Pessoal

O renomado fotógrafo de casamentos morreu na última quarta-feira aos 73 anos. Ele deixa um legado de valorização da fotografia e uma marca reconhecida como referência para o mercado

Arlindo Namour morreu na última quarta-feira (28) em Campo Grande (MS) vítima de complicações da Covid-19. Fotógrafo de casamentos com quase 60 anos de mercado, Namour construiu uma marca tão forte que se tornou reconhecida internacionalmente. Arlindo Namour e Alexandre Namour (dois dos três filhos) seguiram na carreira com a mesma dedicação e continuam atuando na fotografia profissional com o mesmo esmero do pai.

“Meu pai sempre foi uma pessoa inovadora, não se acomodava, sempre estava em busca do novo. E na fotografia isso foi determinante. A gente ficou com um trabalho bem reconhecido em Campo Grande durante mais de 25 e 30 anos. E meu pai sempre buscava novidades, formas diferentes de ver as coisas, de enxergar e isso dava muita referência no mercado”. disse Arlindo Namour Filho para o portal Midiamax.

Arlindo com os filhos também fotógrafos. O legado na fotografia. Foto: arquivo pessoal

A morte de Namour foi destaque em diversos portais de notícias. Destacamos algumas das notícias que contam um pouco da história e do quanto seu trabalho serviu de referência. Uma grande perda para a fotografia nacional. Sua marca e valores de profissionalismo, talento e criatividade vão certamente seguir inspirando aos colegas.

‘Eu vivi com uma pessoa iluminada’, diz filho de Arlindo Namour sobre legado do pai em MS · Jornal Midiamax (uol.com.br)

Arlindo Namour morre de Covid-19 (correiodoestado.com.br)

Mesmo vacinado, fotógrafo Arlindo Namour morre aos 73 anos – MS Notícias (msnoticias.com.br)

Referência em casamentos, fotógrafo Arlindo Namour morre por complicações da covid aos 73 anos · Jornal Midiamax (uol.com.br)

Postagem de Arlindo Namour Filho em homenagem ao pai.