Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

A tragédia de Brumadinho

Diversos fotojornalistas estão presentes no local fazendo a cobertura dessa tragédia ambiental. Até agora 60 corpos foram localizados e mais de 287 pessoas estão desaparecidas. O fotógrafo Lucas Landau (que fez a famosa foto de uma criança na festa de ano novo em Copacabana 2017/2018) está no local fazendo a cobertura para a BBC Brasil. Ele comentou sobre o que viu por lá até agora na cidade mineira.

https://www.facebook.com/303522857815/posts/10156065365722816?sfns=cl

Como ajudar? A Folha de SP divulgou a lista completa de locais de coleta para donativos. Contudo, as autoridades dizem que já não é mais necessário pois estão com muitas doações que ocorreram desde de que começou a ser divulgado. Veja a lista aqui: Brumadinho/Folha. 

Drone em ação em desastre no Nepal. Ajuda para encontrar vítimas com fotos e vídeos

A ajuda da tecnologia e da fotografia. Existem outras formas de contribuir. Entre as necessidades está a operação de drones para ajudar nas buscas. Inclusive com pedido da FAB para que os pilotos experientes desses disositivos se cadastrem para ajudar. Caso você queira ajudar, basta entrar em um dos grupos criados para contribuir com especialidades. Segundo matéria da Exame, os participantes poderão participar de grupos no aplicativo de mensagens WhatsApp em ramos como gerenciamento de projetos (para organizar equipes); drones e balões de monitoramentomapeamento por satélite e fotografias de grande espectrointeligência artificial, análise de dados, processamento e supercomputadoresmédicos, enfermeiros, epidemiologistas e soluções em saúde.

A matéria do El País na época da tragédia de Mariana. A história se repete

Crime ambiental. A Vale está com um bloqueio de 11 bilhões de reais em suas contas. Valor e determinação estipulados pela justiça. Nas redes sociais diversos fotógrafos estão cobrando uma posição de Sebastião Salgado. O famoso fotógrafo tem uma ONG (Instituto Terra) que é patrocinada pela Vale e já tinha sido cobrado na época por conta da outra tragédia, de Mariana. Muitos fotógrafos inclusive estão usando uma matéria do site EL País que traz a visão de Salgado sobre o que ocorreu naquela época.

Fake News e Golpes. No caso das notícias falsas, a imagem de um bombeiro resgatando uma vítima em 2011 está circulando como se fosse de Brumadinho. A FHOX já tinha postado sobre esse Fake News nesse último fim de semana. Outro problema, esse mais grave, são as tentativas de golpes pedindo doações em dinheiro e que na verdade são golpes e que estão ocorrendo sobretudo nas redes sociais. Ou seja, todo cuidado é pouco.

Um perfil no Instagram foi criado e reúne fotos das vítimas desaparecidas em Brumadinho. São mais de 200 fotos de desaparecidos e a conta @todosjuntosporbrumadinho segue sendo atualizada com frequência. A iniciativa é de uma moradora de Brumadinho Cínthia Queiroz, de 24 anos. A maquiadora tem um tio e vários amigos desaparecidos.

Segundo estimativas de várias ONGs e orgãos de fiscalização, pelo menos outras 45 barragens estão com riscos rompimento pelo país.