News 2 semanas atrás | Leo Saldanha

2020: o ano do produto diferenciado e ao mesmo tempo acessível

Tendência acentuada pela pandemia traz desafios e oportunidades para os empreendedores da fotografia. Do produto como parte de uma oferta barata e ao mesmo tempo diferenciada

por Revista FHOX

black and gray DSLR camera

Foi-se o tempo em que só o que era caro poderia ser diferenciado na fotografia. Sobretudo quando o assunto é produto e estamos convivendo com uma crise sanitária e econômica. Como vimos em publicações anteriores, existem perfis diferentes de fotógrafos: aqueles que não tem nada impresso (sem produto), os que têm algo mas é mais do mesmo e os que oferecem um item especial. Por muito tempo a ideia que se tinha era de que só o álbum mais sofisticado ou impressões em formatos elaborados poderiam se encaixar na opção “diferenciado”. Contudo, mesmo antes da pandemia, já vinha ocorrendo uma adaptação. Os produtos sofreram transformações e fica claro que essa não é mais a realidade do mercado. Veja como:

anniversary gifts. Personalized Photo Gift. Custom Photo. Gift image 0

  • O produto diminuiu de tamanho. Os consumidores procuram opções mais em conta ou medianas que estão entre o mais caro e o mais barato. Um álbum menor, mas não o menor. A foto na parede que não é tão grande. Ou uma troca por pequenas imagens combinadas em coleções. 
  • Os itens criativos inusitados. Como imãs, mini álbuns, chaveiros criativos, fotopresentes decorativos elaborados. O que ganhou valor não é da sofisticação pelo rebuscado apenas, mas também do apelo do produto único. 
  • A mistura da foto com algo a mais. Da garrafinha com a foto dentro ao jogo infantil com fotografia. A imagem sendo usada como componente para “ir bem” com algo a mais. 
  • o perfil colaborativo dos produtos. Do álbum de personalizar escrevendo ao álbum de figurinhas. As pessoas querem produtos participativos. A era da colaboração com fotos. 
  • A aplicação da foto com tecnologia. Caso dos novos porta-retratos com Spotify mostram que não é preciso de muito, mas que dá para personalizar com algo único e ao mesmo tempo acessível. 
  • O faça você mesmo. Nesse caso o cliente faz seus próprios produtos e o cliente cria montando em casa. O fotógrafo vende o conceito e a pessoa cria sozinha com os itens entregues. Aqui cabe até vender com um preço em que o valor está na montagem e que pode até ser cobrado separado. 

O case da Caixa de Luz é dos mais fascinantes e se encaixa bem nesse sentido. O negócio que vai muito bem no online está crescendo com uma proposta de produto diferenciado e ao mesmo tempo acessível. E também de saber ouvir e criar para os clientes.

 

black nikon dslr camera beside black framed eyeglasses

A coleção, ou pacotes eram a regra de mercado na fotografia profissional. Especialmente na fotografia de família e social. Esse comportamento obviamente não sumiu, mas agora existe também uma necessidade de adequação aos novos tempos do consumo consciente. E se no momento da crise o cliente pergunta: posso comprar só um item? E se eu quiser menos do que você tem a oferecer? São questões relevantes nesse momento. 

 

Aliás, aqui entra a questão do preço. Nada de errado em ajustar valores para baixo desde que você tenha em mente alguns aspectos:

  • Você pode entregar menos para cobrar menos. Aqui entra o produto menor, não necessariamente mais simples. 
  • Você pode e deve dar mais condições de pagamento. O nome do jogo é parcelamento.
  • Você está preparado para trabalhar mais e entender se a sua agenda permite esse ajuste. Nesse ponto entra outra dimensão do desafio (ou oportunidade). Pois nessa nova fase os fotógrafos estão também imprimindo fotos que são das memórias dos clientes e esse cenário é oportuno. Logo criar um produto em conta, simples e ao mesmo tempo diferenciado, pensado para essas memórias dos clientes (fotos esquecidas nas redes sociais) é uma bela oportunidade de adaptação. 

black and silver camera on brown wooden table

Seja como for a decisão dessa nova fase do produto simples, criativo e diferenciado. O importante é entender que uma forma de criar algo diferente vai depender de conversar e compreender o que os clientes querem. Pois para colaborar temos que ouvir. 

tall trees near lake poster beside string lights

Nunca tivemos tantas possibilidades de personalização mesmo nos itens mais simples e acessíveis. Tudo uma questão de vontade de criar para se diferenciar. Afinal, assim vendemos, encantamos e saímos da guerra de preços do mais do mesmo. A decisão é clara e das mais importantes. Pois dependendo do que você decidir pode ser a diferença entre continuar nesse mercado ou ser engolido pela concorrência. 

Se precisar de ajuda na formatação do seu marketing sugiro o novo curso online da Escola de Negócios FHOX: Marketing (é ) Básico.  Ou se preferir também pode ler o livro: Marketing Básico para Fotógrafos 

Se você precisa melhorar o seu produto então o caminho é o Foto+Produto. 

Se o desafio é formar seu preço do jeito certo então veja o ImagePrice. 

Precisando de ajuda personalizada e com orientação? Então é o R.U.M.O.