Varejo 3 anos atrás | Leo Saldanha

Quando as redes sociais ajudam a vender câmeras

Loja australiana notou crescimento nas vendas de reflex. Instagrammers e usuários de redes sociais estariam buscando mais sofisticação na fotografia

por Revista FHOX

581208_362419253814296_1491589903_n

Jesse Hunter, dono da CameraPro (Brisbaine), sentiu uma procura maior por modelos mirrorless e reflex. São entusiastas que começaram fotografando com o smartphone e sentiram falta de mais recursos. “O mercado virou de ponta cabeça. Cinco anos atrás as vendas estavam todas no segmento de compactas. Isso representava 70 a 80% do negócio. Hoje as reflex e modelos mais sofisticados (sem espelho) representam 60 a 70% das vendas na loja” disse para o jornal australiano Courrier Mall.

15622709_1260981183958094_6563482615103435793_n

Ele relatou ainda a transformação no perfil do consumidor. Quando a CameraPro começou em 2009 o enfoque nos fotógrafos profissionais. Hoje inclui uma grande participação de entusiastas.

CameraPro
CameraPro: o negócio expandiu com a abertura de mais uma loja. Desde 2013 cresce em média 20% graças também as vendas on-line. https://www.camerapro.com.au/