Varejo 3 meses atrás | Mozart Mesquita

Arte Foto Roma é Veluzzi

Tradicional loja da Zona Leste de São Paulo é a primeira a aderir ao novo conceito de Foto e Ótica

por Revista FHOX

Expansão de mix: uma clara demanda do varejo fotográfico. Admitido pela indústria, por distribuidores e por donos de loja, ainda não há um caminho consolidado. A única certeza é que é preciso testar modelos. Isso ficou claro no Encontro Nacional do Varejo, promovido pela FHOX na Feira Fotografar desse ano.

Algumas das principais marcas do setor estavam envolvidas e ofereceram painéis. A Fujifilm é, sem sombra de dúvidas, a que tem a experiência mais avançada neste campo, com seu conceito Wonder. Mas uma nova proposta, totalmente nacional, surgiu pelas mãos da Colorkit. Sua Foto e Ótica Veluzzi parece oferecer um diferencial para outros projetos que já existiram ou ainda estão por aí: o DNA fotográfico, a solidez e a credibilidade por traz da sua história.

Prestes a celebrar 50 anos, a empresa de Odila Guandalini conta com a experiência e a vasta agenda do seu gerente comercial, Valdir Padovan, que há muitos anos atua no mercado. Seu trabalho vendendo equipamentos para lojas e laboratórios de impressão traz enorme potencial de crescimento para o projeto Veluzzi.

VeluzziMozart Mesquita
Carlos Alberto Dario, da Arte Foto Roma, primeiro franqueado Veluzzi do Brasil

 

Entretanto, não foi preciso ir muito longe para vender a primeira franquia da marca. A Foto Arte Roma, negócio mais do que tradicional, localizado na zona leste da capital paulista, apostou no conceito Veluzzi, que ali caiu como uma luva, já que a franquia da marca tem foco em ocupar a ociosidade de um varejo fotográfico carente de mix, com um produto que comprovadamente vai bem com foto: óculos. Seja de grau ou de sol.

“Temos boas expectativas. Não precisamos mexer muito na loja. A abertura foi ótima e eu acredito que tem tudo para dar certo”, comenta o dono Carlos Alberto Dario, enquanto conversava com a reportagem de FHOX, ao lado dos seus novos móveis que agora ostentam óculos e armações ocupando metade do seu ponto comercial. Carlos comentou que o varejo fotográfico mudou muito e
que para a Arte Foto Roma é um percentual pequeno do negócio, mas que não descarta investir em inovações no varejo.

Basta que elas se apresentem e ofereçam lucratividade. Essa é a aposta com a Veluzzi. Agora é torcer. Por que se for bem, é uma ótima notícia para todos no mercado fotográfico.