Mercado 4 anos atrás | Leo Saldanha

O retorno do filme

Várias notícias 'analógicas' importantes logo nesse início de ano

por Revista FHOX
Foto: Pucca Loves Photography
Foto: Pucca Loves Photography

#filmisnotdead é uma hashtag muito usada por profissionais e entusiastas que seguem fotografando com filme fotográfico. Uma pesquisa rápida no Instagram mostra mais de 1 milhão e 300 mil posts sobre o tema. Não é pouca coisa. Claro, a era de ouro dos rolos de filme já passou. Contudo, uma novo respiro parece ocorrer em várias partes do mundo. Ainda mais quando alguém importante como presidente da Sony diz: “o vinil e o filme fotográfico terão uma segunda vida”. A afirmação de Kazuo Hirai foi feita em uma entrevista recente para o Jornal espanhol El País. E ele deu um exemplo dentro de casa: Minha filha, que estuda fotografia, usa máquina digital para a aula, mas tem uma câmera analógica para uso pessoal. E ela me deixou claro que gosta de trocar o rolo e do processo de revelação. Sobretudo, saber que tem 36 disparos a faz pensar melhor em cada um deles. Tudo volta.

O fato é que essa retomada do analógico aparece em várias frentes.

A FHOX mostra aqui alguns destaques dessa tendência:

retorno do filme-3

A Fujifilm abriu uma nova fábrica no Japão para atender a forte demanda mundial das câmeras Instax. A febre ocorre na Ásia, Europa e Estados Unidos. No Brasil o interesse cresce também. E quem se interessa pelo produto? mulheres jovens e mães. Curiosamente, existe uma percepção entre os adolescentes de todas as partes do mundo de que filme instantâneo é uma novidade. Algo que gera encantamento de poder tocar e ver uma foto na hora.

retorno do filme-4

A Kodak relançou o Super 8 – a marca surpreendeu na CES que ocorreu na semana passada com o lançamento de uma nova câmera híbrida que mistura o rolo de filme Super 8 e recursos digitais. O lançamento foi um dos destaques da CES 2016. A propósito, a marca apareceu com força também por conta do novo filme do Star Wars. O campeão de bilheteria foi filmado com película Kodak.

retorno do filme-5

Fotógrafos profissionais – a retomada também ocorre na fotografia profissional e em vários segmentos. Vale dizer que é uma tendência mais forte em países desenvolvidos. Detalhe: surgem verdadeiras comunidades de fotógrafos jovens que só fotografam com filme. Gente que posta essas fotografias analógicas no Instagram e outras redes sociais. No Brasil já se veem fotógrafos da geração digital experimentando câmeras analógicas Mamiya 645 usadas. Na Europa é um movimento forte. Busca por diferenciação ou por uma slow photography e um fluxo de trabalho mais simples? Em tempo: Branco Prata está à frente desta tendência. Fotografa casamento com uma Contax 645! Baseado em Portugal, faz destination wedding e é uma das atrações do Congresso Fotografar.

retorno do filme-6

Filmes e câmeras analógicas foram campeões de venda pelo segundo ano consecutivo no site da Amazon (EUA).

Só que nem tudo é perfeito. Basta olhar para a escalada no preço do filme. O produto segue com valor aquecido e várias linhas foram encerradas nos últimos anos, tanto pela Kodak quanto pela Fujifilm. Outra dificuldade é de encontrar laboratórios que revelem fotos. Aliás, uma matéria recente da Veja SP abordou o assunto e teve grande repercussão. Se você quiser se aprofundar no assunto leia esse post do ótimo site The Photoblographer.

retorno do filme-7