Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!

O impacto da Covid-19 na fotografia de casamento da Índia

A matéria saiu em importante jornal indiano. Primeiro vale pontuar que assim como a China, o mercado indiano é um dos maiores do mundo para casamentos. Por lá são 10 milhões de casamentos ano (no Brasil 1 milhão). Pois a volta dos profissionais de lá traz um desafio: a queda nos preços. Os fotógrafos indianos estão retomando os trabalhos aos poucos com ofertas que fizeram cair pela metade. O artigo diz que a indústria de casamentos da Índia passou por um “boom” com aumento forte dos orçamentos. Contudo, a pandemia afetou diretamente o segmento. Em fase de (re)abertura e flexibilização, os fotógrafos indianos estão cortando preços para voltar ao trabalho.

https://www.instagram.com/p/CB51uKvgM7y/?utm_source=ig_embed

Segundo a matéria, são os próprios fotógrafos que estão fazendo isso para poder fotografar mais eventos. E que isso ocorre porque os casamentos estão durando menos tempo e os clientes não querem pagar o que pagavam antes. Importante destacar que na Índia o casamento é um importante rito que pode durar três dias e reunir centenas de convidados. Mas que agora com a Covid-19 os casais e famílias estão fazendo eventos de um dia e com muito menos convidados. São no máximo 30 a 40 pessoas. Antes em média uma cerimônia por lá contava com 500 convidados e vários fotógrafos (seis a oito profissionais) no mesmo time para cobrir tudo. A variação nos pacotes é grande. Com profissionais entrevistados com redução que variam entre 20 e 40%. Um noivo entrevistado na matéria diz que é uma vantagem neste momento complicado. De poder ter boas fotos por um preço melhor por conta da pandemia. Veja mais aqui: Casamentos na Índia. 

https://www.instagram.com/p/CAsWUYpD8A6/?utm_source=ig_embed