Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!

Novidades sobre a possível venda de uma parte da Kodak Alaris

A chamada da matéria do Inside Imaging publicada no último dia 19 de junho diz: O negócio de papel da Kodak ficará com um fabricante chinês? Segundo a notícia do site, uma fonte dentro da própria Kodak Alaris teria passado a informação. A informação passada por esse contato indica que o anúncio da venda deve ser feito até julho. O comprador? A empresa chinesa Sino Promise Holdings. A fábrica fica em Xiamen e já atende na produção de itens da Kodak no segmento. A Sino Promise Holding se autodenomina “o maior distribuidor da Kodak Alaris no mundo”. Atendendo hoje 8 mil pontos (varejo) na Ásia, Oceania e Rússia. Desde 2015 a fábrica passou a finalizar a parte de papel fotográfico e também da mídia dye-sub. Tudo feito na fábrica em Xiamen. A marca chinesa também distribui para Canon, Epson e Noritsu (tudo na parte de impressoras).  Outra fábrica da Sino fica em Wuxi e produz itens da Kodak para filmes específicos como raio-x, químicos, papel fotográfico e outras películas especiais.  Como ficariam as outras áreas? A divisão de filme (de acordo com a matéria) ficaria com a Kodak Moments (outra unidade de negócios da marca). A parte de papel e químicos representa 56% da receita do negócio PPF da Kodak Alaris nos últimos 12 meses e a parte de filme fotográfico representando 36%. São dados aferidos até março do ano passado. 

A fábrica da Sino Promise em Xiamen. Foto: Inside Imaging

A Inside imaging abordou o CEO da Kodak Alaris, Marc Jourlait, sobre essas informações divulgadas. O executivo nem confirmou ou desmentiu a notícia. “A Kodak Alaris, assim como a maior parte das empresa no mundo, está muito ocupada priorizando a segurança e bem-estar dos funcionários. Reafirmando nossa robustez e resiliência do negócio e dos parceiros e clientes no mundo todo para enfrentar essa crise da Covid. Comentar um rumor anônimo e especulações certamente não está na nossa lista de prioridades. A saúde dos funcionários e tocar nossos negócios são prioridades”. A FHOX já tinha abordado questões da venda da Kodak Alaris no ano passado. Algo que acabou não ocorrendo. A matéria da Inside Imaging traz ainda que fonte de dentro da Kodak Alaris disse que a marca que quase fez a aquisição em 2019 foi justamente a Sino Promise. Mas que a negociação foi cancelada de última hora. A nova rodada de negociação levou 12 meses e dessa vez não teria surpresas. Vale ressaltar que a divisão Kodak Moments (quiosques, online e app, impressoras dye-sub e agora contando com filme fotográfico) não estaria nessa venda.