Mercado 2 semanas atrás | Redação

Viacolor é só alegria… e novidades

A encadernadora gaúcha acelera o passo em 2019

por Revista FHOX

Luciano Souza é a alma do seu negócio. Seu bordão “é só alegria”, além de cartão de visitas, virou marca registrada da ViaColor. O culto à sua personalidade simpática chegou ao ponto de virar um boneco de 3 metros de altura que, presente no estande da empresa, causou frisson na edição 2018 da Feira Fotografar.

Em 2019, todo esse marketing peculiar ganhou também contornos arrojados. É de Luciano e da
ViaColor um leque interessante de novidades que chamam a atenção e agitam o ambiente da encadernação e dos laboratórios profissionais do Brasil.

Tudo começou com a aquisição de uma empresa gaúcha de formaturas, a DiFoccus. Focada em festas, mas com alguma entrega impressa, a empresa aproxima a ViaColor do lucrativo setor educacional.

“Já estamos trabalhando para ampliar as entregas de álbuns e produtos impressos em geral”, afirma Luciano, que não nega a surpresa com a pujança do mercado de formaturas.

Evandro Veiga
Luciano Souza e André Peixoto, da Difoccus

Enquanto desbravava esse novo segmento, Luciano viu duas oportunidades de fusão – ou aquisição baterem à sua porta e não deixou passar. A primeira foi a sofisticada encadernadora paulistana Premiere, tida como uma das que produz alguns dos melhores álbuns fotográficos do Brasil.

A empresa paulistana, dirigida por Fernando Paes, havia vivido a tensão de uma mudança de instalações, saindo da capital para o interior do estado de São Paulo. O processo não foi dos mais simples e o desgaste gerou o interesse em Fernando de rever seu posicionamento na empresa.

As partes evoluíram para uma aquisição. Os equipamentos já estão em Porto Alegre e Fernando está no período de transferência de Know How. Embora não vá ficar envolvido na produção, ele deve continuar representando a marca Premiere em São Paulo.

ViaColorEvandro Veiga

A outra novidade de impacto da ViaColor vem do extremo norte do País. Trata-se da ProAlbuns, encadernadora boutique, situada em Natal, e pilotada pelo casal Tadeu Yussumassa e Marta Canelas.

Não se trata de uma aquisição, mas sim de uma parceria que tende a caminhar para uma fusão. A ProAlbuns agrega uma nova geolocalização às operações da ViaColor, abrindo uma considerável
frente nordestina para os negócios da empresa.

Também agrega inovação, no sentido de que a ProAlbuns encampou, recentemente, o movimento Eye ‘n’ Art, que busca redefinir a relação das premiações com encadernadoras, explorando o conceito de reciprocidade para que os fotógrafos que pagam por premiações recebam parte do que investem em álbuns fotográficos.

Evandro Veiga

O fato é que o movimento da ViaColor pegou muita gente de surpresa e pode ser o primeiro
de outros movimentos similares. Já nos bastidores do mercado, surgem encadernadoras curiosas em saber se há interesse em sua carteira de álbuns e clientes. Luciano faz questão de ressaltar que para os clientes da ViaColor, Premiere e ProAlbuns nada drástico vai acontecer. “Uma coisa bacana é que já integramos as bases e os pedidos podem ser feitos em qualquer uma das marcas com o mesmo CPF”.

O foco da movimentação inegavelmente é crescer. E, para isso, as novidades da ViaColor também giram em torno da capacidade produtiva da empresa. “Fizemos um investimento em um terreno e estamos preparando o projeto arquitetônico de uma nova planta de produção, na região de Viamão, aqui no Rio Grande do Sul”, conta Luciano empolgado com os projetos. Ele também avisa que o espaço será plano, terá mais de dois mil metros e deve ser inaugurado no próximo ano.