Mercado 3 anos atrás | Redação

Tablets: mais um ano de quedas nas vendas

Continua a tendência de redução no consumo desses dispositivos. Entenda porque essa pode ser uma boa notícia para o ramo

por Revista FHOX

ricardo-eletro-black-friday-tablet-770x320

Em 2010 surgia o iPad. Na época muita gente tinha medo de que esses aparelhos fossem afetar os álbuns e afetar a impressão. Sete anos depois, o cenário é bem distinto. Mais uma vez as vendas caíram no Brasil (e também no mundo). Aqui a queda foi de 32% em 2016. E para 2017 a previsão é de mais uma diminuição de 7% nas vendas em relação ao ano anterior. Os dados são do IDC.

New-Design-7-Inch-Kids-Tablets-pc-WiFi-Quad-core-Dual-Camera-8GB-Android4-4-Children_2ad328aa-4769-451b-979c-f8018eeb9284_grande

O produto faz sucesso sobretudo com crianças. Aliás, os picos de vendas foram justamente no dia das crianças, Black Friday e no Natal.

joy-interactive-photo-album-3

O risco da substituição dos álbuns fotográficos pelo avanço desses aparelhos está bem longe da realidade. A opção como presente para noivos com o tablet como opção cortesia também já caiu em desuso. Além da crise, outro fator que afetou o avanço dos tablets foi o tamanho dos smartphones. Cada vez maiores, eles são mais fáceis de carregar e de usar. Ou seja, para que comprar tablet se o smartphone resolve.

photostory1

Qual será o futuro dos tablets? Difícil dizer. Mas a ideia da Apple com o lançamento de uma versão Pro foi bem recebida. Um dispositivo sofisticado e poderoso voltado para profissionais da imagem e com recursos muito avançados para design, tratamento e edição de imagens e vídeos. Outra tendência é dos tablets com teclados que funcionam como laptops.

ipadpro9.7inchhires