Mercado 3 anos atrás | Leo Saldanha

Guerra de gigantes em tempos de fotografia como moeda digital

Apple anuncia app de realidade aumentada, um movimento que vai acirrar ainda mais a luta pelo usuário que fotografa e filma com smartphone

por Revista FHOX

apple-clips

O nome do aplicativo é Clips. Ele nem chegou ao mercado direito e hoje já fez um barulho danado. Vou falar dessa novidade mais para o fim do texto. Antes abro espaço para devaneios….

Primeiro é Incrível pensar que  tudo começou faz 10 anos com a chegada do iPhone. Uma ferramenta que ajudou a bombar boa parte das principais redes sociais e mudou a forma como as pessoas se relacionam. Vale lembrar que em outubro de 2007 o Facebook tinha só 50 milhões de usuários no mundo. Pois parece que 2017 tem tudo para seguir na mesma trilha e ser um ano marcante só por conta de razões distintas. Uma batalha dos dispositivos integrados com as soluções digitais. Ou como as gigantes de tecnologia vão garantir mercado entre os 3 bilhões (ou mais) de usuários de smartphones.

footage-shows-how-apples-new-video-making-mobile-app-clips-will-work-170321-00_00_24_05-still007-e1490176437971

O primeiro passo dessa nova etapa veio com o Snapchat. A empresa diz que agora virou fabricante de câmeras. Lançaram os óculos Spectacles, especula-se que vão lançar drone e outros dispositivos com câmeras integrados ao app Snap. Ah, o mais novo rumor é que o Facebook estaria também prestes a lançar algum tipo (ou vários) aparelhos com funções de realidade aumentada. E não para por aí…eu não testei, mas os principais sites de tecnologia do mundo garantem que o Google Pixel é o melhor smartphone do mundo para fotografar. E que o Pixel 2 será ainda mais revolucionário. Aliás, Google investe pesado na inteligência artificial das ferramentas. Basta ver Google Photo e o quanto a empresa aperfeiçoou esses serviços de armazenamento, reconhecimento e classificação de imagens.

O novo app da Apple chega como resposta aos resultados negativos. Apple perde usuários de iPhone com velocidade estonteante. Aqui no Brasil então…está feia a coisa.  Resultado direto do avanço em qualidade dos oponentes. A guerra das câmeras é violente. Algo que é parte do diferencial nessa disputa. Não é a toa que vemos Huawei com Leica e Moto com Hasselblad. Eis então que a Apple surpreende mais uma vez…

apple-clips-ipad

Os analistas dizem que o aplicativo Clips, que chegará ao mercado em abril, será a ponte para as novidades do próximo iPhone. Clips apresenta filtros e efeitos para fotos e vídeos. O nome do jogo é a realidade aumentada. Clips traz efeitos simples de edição, flitros e recriação para gerar novas fotos. Bem ao estilo Prisma. Apple também vai copiar o Snap com filtros divertidos para selfies (você vai poder virar um cachorro ou sei lá o que). Então é uma mistura de Snap, com Instagram, iMovie e Prisma.

Segundo o site Financial Times, o Clips vai gravar vídeos com encaixes para trilhas sonoras adivinha de quem? Do iTunes, claro. A Apple garante que é  tão fácil de usar quanto o Instagram. Obviamente o aplicativo grátis funcionará só em iPhone e iPads.

clips1

A VP de marketing da Apple, Susan Prescott, disse ao Financial Times que com o Clips vai dar aos usuários uma forma divertida e inovadora de comunicação com vídeos. E que será de fato muito simples de usar.

Um dos diferenciais é o Live Titles. Achei fantástico que o aplicativo permita inserir legendas e textos aos vídeos só com a narração do usuário!!! O texto aparece automaticamente na medida que você fala e aparece tudo em sincronia perfeita com a voz (em 36 idiomas). Fascinante.

Claro, a ideia é não compartilhar somente nos iPhones via iMessage, mas também no Instagram, Facebook, YouTube e afins. E Como será a próxima etapa? Qual o futuro disso? Saberemos em setembro que vem com a chegada do novo iPhone. A única certeza é mais briga feia vindo aí.

Apple-Clips-3
Fica muito claro que a batalha das marcas mais valiosas do mundo pelo consumidor de massa vai ser mais complexa do que parece. Pois vai envolver hardware, apps e realidade aumentada. A propósito, até pensei que título desse post poderia ser outro: agora a moda é copiar o Snapchat.