Mercado 2 anos atrás | Redação

DJI vai complicar a vida de quem não fizer o registro no site da empresa

O anúncio foi feito ontem e prevê restrições severas para quem não registar o drone

por Revista FHOX

P4P+(4)+copy

A novidade já vale para as próximas atualizações em todos os modelos da DJI. Quando ocorrer a atualização, o usuário terá que fazer um login. Quem não fizer vai praticamente inutilizar o equipamento. A medida gera polêmica, mas mostra a responsabilidade da DJI com a questão da segurança e de prevenção a ataques terroristas e tráfico de drogas.

s8-img-bc5a0ed81673535dc74c95aed5185eb1-630x480

Curioso é que na China a verificação não será necessária. A restrição vale só para países que contam com regulamentação. Caso dos Estados Unidos, por exemplo. Quem não ativar o registro terá restrição de voo com autonomia para voar num raio de até 50 metros de distância e até 30 metros de altura. Muito pouco, já que alguns modelos da DJI voam tem alcance de perímetro de até 5km. Detalhe mais importante: sem o registro a câmera não terá transmissão de vídeos e fotos. Ou seja, inviabiliza o trabalho de fotografia aérea com esses dispositivos.

Saiba aqui: DJI registro.

Por que a notícia é importante? porque demonstra a preocupação dos fabricantes de drones com as questões de segurança e privacidade. Notícias recentes mostram o uso desses dispositivos para ataques terroristas, tráfico de drogas e armas e outras ações fora da lei.